Rondônia, segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Sábado, 08 de Março de 2008 - 11h04

Artigo: Desafio de vôo livre de parapente na Amazônia

Marcos Rodrigues


* Marcos RodriguesO vôo livre praticado em Rondônia é recreativo. Não existe uma regulamentação competitiva, voa-se pelo prazer de voar. Atualmente existe um ranking dos Pilotos que voaram as maiores distanciais desde do inicio do esporte no estado.
Essas distancias voadas são graças a ascenção das bolhas de ar quente (convecção) que se desprendem da superfície e sobem, o piloto aproveita o fluxo de ar ascendentes conhecido como térmica indo até a base das nuvens, pulando de térmica em térmica, voando grandes distanciais.
Em Rondônia estão classificados os recordes por séries. A serie A é formada por pilotos que voaram acima de 100 Kms. Em primeiro lugar está o piloto Diórgenes Tadeu da Silva, voou 132 km, decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou depois de Ariquemes. Em segundo lugar está o piloto Sandro Brito Gonzáles, voou 117 km, decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou antes de Ariquemes. Em terceiro lugar está o piloto Tomas Geovane do Nascimento, voou 102 km, ,decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou antes de Ariquemes.
A série B é formada por pilotos que voaram entre 50 e 100 KMs. Em primeiro lugar está o piloto Edgar Ribeiro, voou 83 km, , decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou depois de Jaru. Em segundo lugar está o piloto Márcio Hopka, voou 82 km, decolou da rampa norte do Parque do Muqui em Presidente Médice e pousou próximo de Alto Alegre. Em terceiro lugar, está o piloto Instrutor Paulo Rodrigues, voou 74,8 km, decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou em Tarilândia.
Na série C é formada por pilotos que voaram entre 6 e 50 KMs. Em primeiro lugar está o piloto Wilson Quintino, voou 38,4 km, decolou da rampa norte do Parque do Muqui em Presidente Médice e pousou na estrada para Rolim de Moura. Em segundo lugar está o piloto Wilmar Antonio Testoni, voou 34 km, decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou Linha 82. Em terceiro lugar está o piloto Samir Madalon Vitorino de Oliveira, voou 19,5 km, decolou da rampa Oeste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou depois da Fazendinha, sentido Ji-Paraná. Em quarto lugar está o piloto André Lucio Coelho de Souza, voou 17,3 km, decolou da rampa Oeste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou na Fazendinha, sentido Ji-Paraná. Em quinto lugar está o piloto Nelson Menezes da Silva, voou 16,5 km , decolou da rampa Oeste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou antes da Fazendinha, sentido Ji-Paraná. Em sexto lugar está a piloto Valéria Galheri, voou 13 km, decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou na estrada para Teixeirópolis. Em sétimo lugar está o piloto Anderson Camilo Moreira, voou 9,6 km, , decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou na Linha 82. Em oitavo lugar está o piloto Antônio Savóia, voou 9,4 km, , decolou da rampa leste do Morro da Embratel em Ouro Preto do Oeste e pousou na Linha para Teixeiropolis. Em nono lugar está o piloto Eugênio, voou 6 km, decolou da rampa norte do Parque do Muqui em Presidente Médice e pousou próximo da BR 364 em Médice. Em décimo lugar está o piloto Welyngtton Farias Carneiro, decolou da rampa norte do Parque do Muqui em Presidente Médice e pousou próximo da BR 364 em Médice.
Para os pilotos que querem participar desta brincadeira, ficou estipulado pela Associação de Vôo Livre Asas da Amazônia que a partir de janeiro de 2008 todos os vôos terão que ser comprovados com tracklogs.
A melhor época do ano para se fazer os vôos de distancia, são os meses de junho, julho, agosto e setembro. Com uma boa divulgação do desfio de vôo livre de parapente na Amazônia e uma boa premiação, pilotos turistas de todas partes do mundo serão atraídos para voar na Amazônia, em Rondônia.
Autor: Marcos Rodrigues - Professor de Educação Física - Piloto Nível II

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions