Rondoniagora.com

Rondônia, 17 de Agosto de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Ceron não cumpre acordos, adia licitação e irrita produtores rurais

Segunda-feira, 03 Novembro de 2008 - 10:21 | RONDONIAGORA.COM


Proprietários rurais filiados à Associação dos Produtores e Comunidades da BR-319 e Alto Mucuim (APROCOM), na sede da Fazenda Porto Seguro (Km 38), querem da Ceron melhores explicações sobre o anunciado adiamento dos serviços de extensão da rede elétrica naquela região. Em reunião na fazenda Porto Seguro, eles se queixaram que a empresa não cumpre os acordos firmados, enquanto eles cumpriram tudo que, no acerto feito, ficou sob a responsabilidade dos sitiantes.

O produtor rural Samuel Lima (Km 37), indignado, disse que os dirigentes da CERON não respeitam ninguém, e que mais uma vez estão fazendo os produtores rurais da região de palhaços. O vice-presidente da APROCOM, Plínio Cella, tentou acalmar este e outros associados mais exaltados, e disse que esta será uma semana decisiva, e que no mais tardar até dia de 15 próximo, quando a Associação se reunirá em assembléia, muita coisa já deverá ter sido definida como proposta que a assembléia votará, não estando descartado o fechamento da BR-319. "Acalmar nosso pessoal hoje aqui, na verdade, foi um treinamento pois vamos precisar de muita habilidade para lidar com usuários da rodovia, muito mais exaltados", previu.

Gaúcho disse que entendia muito bem o sentimento de todos ali, e que durante esta semana deverá se encontrar com dirigentes da CERON, de quem pretende ter os esclarecimentos necessários. Ele lembrou que ninguém é obrigado a fazer compromisso com quem quer que seja, mas uma vez firmado, as partes têm o dever de cumprir e prestar contas de seus atos. "O que nos competia fazer nós fizemos, e esperamos que a CERON cumpra a parte dela", disse lembrando que não é a primeira vez que a estatal federal deixa de honrar seus compromissos. O dirigente se referia a um outro Termo de Acordo firmado em 2006 pela CERON/Luz para Todos, também não honrado por seus diretores, e segundo o qual o sistema de energia deveria ter sido implantado naquele mesmo ano na região.

O produtor rural Samuel Lima (Km 37), indignado, disse que os dirigentes da CERON não respeitam ninguém, e que mais uma vez estão fazendo os produtores rurais da região de palhaços. O vice-presidente da APROCOM, Plínio Cella, tentou acalmar este e outros associados mais exaltados, e disse que esta será uma semana decisiva, e que no mais tardar até dia de 15 próximo, quando a Associação se reunirá em assembléia, muita coisa já deverá ter sido definida como proposta que a assembléia votará, não estando descartado o fechamento da BR-319. "Acalmar nosso pessoal hoje aqui, na verdade, foi um treinamento pois vamos precisar de muita habilidade para lidar com usuários da rodovia, muito mais exaltados", previu.

De acordo com o presidente, que anunciou a filiação de vários associados, para a assembléia do próximo dia 15, às 14h, na sede da Fazenda Rancho Fundo (Km 42), serão também convidados Tatiana Rodrigues da Silva, Manoel Nonato Costa Filho, Geraldo Jesus da Silva e Lenirton Luciano, entre outros, presidentes e dirigentes das principais associações que representam mais de três mil famílias de agricultores atuantes dna área da BR-319 e linhas transversais.

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News