Rondônia, 28 de janeiro de 2023
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Chamada escolar para analfabetos da Capital já reuniu 3 mil inscritos

Terça-feira, 15 Agosto de 2017 - 17:26 | da Redação


Chamada escolar para analfabetos da Capital já reuniu 3 mil inscritos

Através do Plano Municipal de Educação (PME), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Porto Velho, realizou do dia 31 de julho a 11 deste mês a chamada escolar da Educação de Jovens e Adultos (EJA) para cadastramento com objetivo de erradicar o analfabetismo absoluto e reduzir o analfabetismo funcional.



Pelo programa Brasil Alfabetizado, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), dispôs para o município o total de 200 vagas que serão destinadas aos analfabetos absolutos, que nunca estudaram, incluindo material escolar para estudo e facilitando com horários e dias de aulas que sejam mais adequados para incentivar a frequência e permanências dos alunos. Segundo Juliene Rezende, diretora do Departamento de Políticas Educacionais da Semed, todas os meios para facilitar o acesso estão sendo considerados e no início do próximo ano letivo todos os inscritos devem estar em sala de aula.

A Prefeitura é parte do movimento e, com metas diretas para o Município, tem a parceria do governo estadual para a execução das ações. “Ainda estão chegando os números da área rural, e já podemos afirmar que a maior concentração de analfabetos está nessas áreas mais afastadas da cidade. Com a divulgação através das 16 escolas municipais urbanas que dispõe da EJA e outras seis que estão espalhadas nas áreas rurais, estamos alcançar já nessa primeira fase 10% da demanda programada para ser realizada até 2024”, explicou Alessandra.

Pelo programa Brasil Alfabetizado, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), dispôs para o município o total de 200 vagas que serão destinadas aos analfabetos absolutos, que nunca estudaram, incluindo material escolar para estudo e facilitando com horários e dias de aulas que sejam mais adequados para incentivar a frequência e permanências dos alunos. Segundo Juliene Rezende, diretora do Departamento de Políticas Educacionais da Semed, todas os meios para facilitar o acesso estão sendo considerados e no início do próximo ano letivo todos os inscritos devem estar em sala de aula.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também