Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Contribuinte que pagar IPTU até 31 de janeiro terá 20% de desconto, diz Semfaz

Segunda-feira, 09 Janeiro de 2017 - 12:51 | da Redação


Contribuinte que pagar IPTU até 31 de janeiro terá 20% de desconto, diz Semfaz

Os carnês para pagamento do Imposto Predial e Territorial (IPTU) só devem chegar às residências na segunda quinzena de fevereiro, mas segundo a Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), o contribuinte já pode efetuar o pagamento, e com desconto de 20%. Para isso, pode acessar o site ou ir até o órgão e solicitar a emissão da guia de pagamento. Quem ficar inadimplente, poderá ter o seu nome inscrito em órgão de proteção ao crédito.


Luiz Fernando Martins, secretário da Semfaz, explica a secretaria optou de conceder descontos especiais aos contribuintes que efetuarem o pagamento em parcela única. Para quitação até 31 de janeiro, a redução será de 20%; até 24 de fevereiro, será 10%. Já para quem deixar para pagar até 31 de março, o valor será integral.

Há ainda a opção de parcelamento em até 10 vezes, mas neste caso o vencimento da primeira parcela ocorre no dia 31 de janeiro.

Como os boletos só chegarão às residências na segunda quinzena de fevereiro, o contribuinte tem duas opções para aproveitar os descontos. Uma seria emitir a guia pela internet obtendo o desconto inclusive da taxa operacional de emissão do carnê, no valor de R$ 7,05. A outra é para quem não tem acesso à internet: basta ir até o balcão de atendimento da Semfaz e solicitar o boleto para pagamento.

Luiz Fernando Martins pede ainda que as pessoas aproveitem para quitar o imposto dentro do prazo com vantagens e fala do retorno aos moradores. “O IPTU é muito importante para o município e principalmente para os contribuintes, para reverter melhorias dentro da nossa cidade, favorecendo tanto de quem mora na região central e aqueles que moram nas regiões mais afastadas”, destaca o secretario.

Ainda de acordo com o secretário, “se o morador não fizer o pagamento, ele ficará em débito com a prefeitura. Esse devedor vai ser cobrado. Após isso, o nome dele ficará negativado até ser efetuado o pagamento, sem contar na cobrança de juros e multa”, finaliza.

Conforme o secretário, o recolhimento do imposto vai para custeio do recolhimento dos resíduos sólidos e também vêm em benefício à população, na melhoria de ruas, escolas e entre outros.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News