Rondoniagora.com

Rondônia, 25 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Coordenador de Administração da FIMCA fala sobre qualificação profissional

Quinta-feira, 22 Janeiro de 2009 - 16:27 | Assessoria de Imprensa FIMCA


O desemprego está em alta e nestas épocas a qualificação profissional toma uma dimensão cada vez maior, e nada animadora. A crise, instalada no país desde o final de 2008 tem forçado as empresas a demitirem pessoal não qualificado e até mesmo pessoal qualificado. O aumento das demissões é normal no fim do ano, depois de encerrada a produção e vendas do Natal.
Não precisamos ir muito longe para sentirmos as dificuldades de se conseguir bons profissionais gestores, vá ao supermercado, a clínicas e hospitais, e até mesmo ao Shopping Center e observe como somos tratados com desrespeito e sem atenção. O que está faltando?
Qualificação, esta é a resposta. Algumas empresas, infelizmente contratam profissionais que não tem a devida qualificação para ocupar os cargos de gerência e com isso todos os colaboradores não conseguem trabalhar, pois falta a liderança.


Não precisamos ir muito longe para sentirmos as dificuldades de se conseguir bons profissionais gestores, vá ao supermercado, a clínicas e hospitais, e até mesmo ao Shopping Center e observe como somos tratados com desrespeito e sem atenção. O que está faltando?
Qualificação, esta é a resposta. Algumas empresas, infelizmente contratam profissionais que não tem a devida qualificação para ocupar os cargos de gerência e com isso todos os colaboradores não conseguem trabalhar, pois falta a liderança.

Tenho ouvido relatos de empresários que se queixam da falta de qualificação dos gestores, o problema é que a maioria destes profissionais não tem a qualificação adequada. Quem tem competência para ser bom gestor, são os profissionais formados em Administração, Turismo (segmento específico) e os formados nos cursos tecnólogos de gestão.

As Faculdades Integradas Aparício Carvalho - FIMCA preocupada com este problema oferece os cursos de Bacharelado em Administração, com duração de quatro anos, Turismo com ênfase em Meio Ambiente e Tecnólogo em Gestão Hospitalar, ambos com duração de três anos e Ciências Contábeis, com quatro anos. Estes cursos da área de Ciências Sociais Aplicadas têm grande entrada no mercado e cada um tem o seu espaço.

Ademar Scheidt Junior, autor do texto, é Mestre em Administração e coordenador do Curso de Administração da FIMCA. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News