Rondônia, sábado, 5 de dezembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Sexta, 03 de Abril de 2009 - 10h12

Crédito fundiário apresenta resultados positivos em apenas um ano

Wânia Ressuti


Crédito fundiário apresenta resultados positivos  em apenas um ano
Quando a força de vontade vence barreiras e o trabalho supera os obstáculos o resultado é mais do que certo. Assim aconteceu com José Alves da Rocha e Ana Leonidia de Jesus, Seu Zequinha e Dona Ziza, moradores da Gleba G, na Linha Gazoli, em Ji-Paraná.

Beneficiária do Programa de Crédito Fundiário, Dona Ziza adquiriu suas terras em 13 de agosto de 2008. De lá para cá foi só trabalho e felicidade. Com os filhos de volta a sua casa, Dona Ziza e Seu Zequinha buscam agora, oferecer maior conforto a todos e ampliar as perspectivas de ganho na sua propriedade.

Oito meses após ter adquirido sua terra, Dona Ziza já fazia planos para diversificar a propriedade. Assistida por técnicos da Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) a família foi inserida nos programas de governo estadual que apóiam a agricultura familiar. Já, naquela época, recebeu as primeiras sementes de feijão pelo projeto Semear - de distribuição de sementes qualificadas e, no início deste ano, plantou as sementes de milho e arroz, também adquiridas do Projeto Semear. “Foram 80 quilos de arroz e 40 quilos de milho”, diz José Carlos Cruz Veiga, engenheiro agrônomo, responsável pelo programa de crédito rural na Emater, em Ji-Paraná.

Na propriedade encontra-se ainda, galinhas caipiras, mas a orientação do técnico da Emater é que ela passe a criar galinhas semi-caipiras – pintos de granjas alimentados com a mesma comida oferecida às caipiras. Esse método é mais barato e as aves são mais resistentes, além de estarem prontas para abate em menos tempo. “Enquanto a galinha caipira necessita de seis meses para ser abatida, a semi-caipira se desenvolve em três”, explica Veiga.

Hoje a família se sente mais segura e traça novos planos. Ainda este ano pretende introduzir café, mandioca e frutíferas na propriedade. A casa foi reformada com recursos da venda da produção e Dona Ziza quer construir mais duas para abrigar os filhos casados. “Estou mais feliz porque todos os meus filhos estão aqui, juntos da gente, mas a casa já está pequena.”, diz Dona Ziza.

Margareth Regalado, extensionista da Emater que também assiste a propriedade, conta que está tentando inserir Dona Ziza no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do governo federal e no Programa de Habitação Rural, numa parceria entre governos federal/estadual e agricultor. O PAA promove a compra direta de produtos agropecuários produzidos por agricultores familiares com o objetivo de desenvolver a economia local, e os alimentos produzidos na propriedade são adquiridos e repassados para instituições devidamente cadastradas, garantindo assim a alimentação a diversos segmentos da população com insuficiente consumo alimentar. Já, o programa de Habitação Rural facilita a construção de casas na zona rural. “Nós teremos uma reunião, no dia 16 de abril para conhecermos as novas diretrizes desse Programa aqui no Estado”.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions