Rondônia, domingo, 25 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 25 de Março de 2009 - 16h46

Cremero constata problemas no Pronto Atendimento do Eldorado

Cremero


Pouca coisa melhorou no funcionamento do posto de Pronto Atendimento Médico Manoel Amorim de Matos, no bairro Eldorado, em Porto Velho, depois de seis meses. Essa é a constatação do Conselho Regional de Medicina de Rondônia durante inspeção realizada nesta quarta-feira, naquela unidade de saúde. Na última fiscalização realizada pelo Cremero no Manoel Amorim de Matos, em setembro do ano passado, a unidade estava em reforma, havia muita coisa fora do lugar e muita reclamação dos trabalhadores e das pessoas que procuram atendimento.

Retornando ao posto nesta quarta-feira, a equipe de conselheiros do Cremero e o presidente do Sindicato Médico de Rondônia (Simero) verificaram que pouca coisa mudou desde então. A reforma foi concluída, mas já apresenta alguns problemas, há número excessivo de atendimento e os funcionários agora aumentaram as reclamações contra a falta de segurança. “Já houve um episódio em que um médico só não foi linchado por um grupo de pessoas porque ele estava armado e sacou a arma, o que se constitui em verdadeiro absurdo”, disse uma enfermeira, frisando que ela mesma já fora ameaçada de morte por pessoas que querem ser atendidas no posto.

A falta de segurança, agora enfatizada pelos funcionários, já havia sido apontada pela fiscalização do Cremero como um dos problemas daquele posto. “Depois que o Manoel Amorim de Matos passou a funcionar como pronto atendimento, a situação piorou, porque alguns marginais chegam feridos e exigem atendimento rápido e sem identificação deles, já que eles sabem que ali não tem Box da Polícia Militar”, disse um médico que presta serviço no posto.

Outro problema apontado pelos próprios funcionários aos conselheiros do Cremero é o pouco número de funcionários para atender uma demanda tão grande. Há plantão que, em 24 horas são atendidas cerca de 470 pessoas, o que humanamente impossível para uma equipe de oito pessoas prestar atendimento adequado.

Uma ala anexa ao posto de saúde está reformada, mas ainda não funciona por falta de equipamentos e apresenta alguns problemas técnicos, como a tubulação de oxigênio em lugar incorreto. Apesar de não ter sido utilizado ainda o anexo já apresenta goteiras e infiltrações. O banheiro destinado aos servidores do setor de laboratório está inservível, sem ventilação, sem entrada de luz e tomado por fungos.

A presidente do Cremero, pediatra Inês Motta, que participou da fiscalização com os conselheiros Luciano Zago e Nilson Paniágua, disse que, a partir das informações recolhidas no posto, será elaborado relatório ilustrado com fotografias e encaminhado ao Conselho Federal de Medicina, à Prefeitura, às Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, a Câmara de Vereadores, à Ordem dos Advogados do Brasil e ao Ministério Público Federal e Estadual, com recomendações e pedidos de providências.

Nesta quinta-feira, dia 26, a fiscalização do Cremero irá inspecionar o posto de Pronto Atendimento Hamilton Raulino Gondim, no Tancredo Neves, a partir das 10 horas. A fiscalização será realizada pelos conselheiros Hélio Struthos Arouca e Flávia Lenzi

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions