Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Decretada prisão do homem acusado de mandar matar jovens; veja imagens dos assassinos

Sexta-feira, 27 Maio de 2016 - 12:48 | Da Redacao


A Justiça de Rondônia determinou a prisão preventiva de Geovane Carlisson (foto), apontado como mandante dos assassinatos dos jovens Paulo Henrique de Souza Lima e Valdimir Cardoso da Silva Neto, 21 anos, atropelados e executados na Zona Sul de Porto Velho. Os restos mortais foram encontrados no final da tarde de quinta-feira no Rio Madeira, Ramal Maravilha, área rural da cidade.

Os três homens que foram presos acusados da execução confessaram que foram contratados por Geovane.

Heberth Alves de Mesquita, o “Tinarri”, juntamente com um menor, efetuou os disparos nas cabeças de Paulo Henrique e Valdimir, após eles serem atropelados na Estrada do Areia Branca. Álisson Rafael da Silva é o dono do carro usado nos crimes. Ele dirigia o veículo e atropelou as vítimas.

De acordo com a Polícia, os assassinatos foram testemunhados por um idoso. Segundo ele, os jovens foram executados a tiros na tarde de quarta-feira na Estrada do Areia Branca, no extremo sul portovelhense. O idoso assustado teve que se esconder com medo de também ser morto. O homem contou aos policiais que os jovens ocupavam uma moto Honda Biz e estavam sendo seguidos por um carro, que bateu na traseira da motocicleta. As vítimas caíram. Os suspeitos desceram e efetuaram vários tiros a queima roupa. Em seguida colocaram os corpos no porta malas e seguiram para a cidade.

VEJA TAMBÉM

Depois que os suspeitos fugiram, a testemunha entrou em contato com a Polícia Militar, que se deslocou ao local e encontrou apenas a moto suja de sangue. Policiais civis do 4°DP foram acionados e iniciaram as investigações. Depois de algumas horas em diligências o veículo foi localizado e três suspeitos, que não tiveram os nomes revelados, foram encontrados e levados para delegacia e confessaram os crimes, informando onde os corpos foram jogados.

Equipes da PM e Bombeiros seguiram ao Ramal Maravilha. Os restos mortais foram encontrados no Rio. A perícia constatou várias perfurações.

Os suspeitos detidos confessaram que foram contratados por um homem identificado como "Geovane" e que a motivação teria sido por uma dívida de R$ 72 mil.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News