Rondônia, 08 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

DEPUTADOS DE RONDÔNIA REEMBOLSAM MAIS DE R$ 190 MIL DO CONGRESSO; AMORIM É O CAMPEÃO DA BANCADA

Domingo, 30 Março de 2008 - 14:11 | RONDONIAGORA.COM


De Brasília –


Anselmo de Jesus (PT-RO) e Lindomar Garçom (PV-RO) estão abaixo da casa dos R$ 20.000,00. Há dois meses, Garçom não pede reembolso. Ele gastou somente em janeiro R$ 14.989,35. Já o petista totalizou R$ 17.224,96. Em março, Anselmo não apresentou dados. Mas também não quer dizer que possa utilizar a verba nos meses seguintes já que a Mesa faculta o direito de caducar o instrumento da verba indenizatória em 90 dias.

Deputados econômicos

O petista Eduardo Valverde (PT-RO) é o segundo colocado no uso das verbas indenizatórias. Ele gastou pouco menos que seu colega Amorim: R$ 41.782,30. Só em março, o deputado cobrou R$ 15.008,00 conforme dados disponibilizados pelo Portal de Transparência da Câmara. Moreira Mendes (PPS-RO) vem em seguida. Pediu retorno de R$ 35.954,79 gastos, segundo ele, em locomoção, hospedagem e principalmente combustível e lubrificantes. Em março, Moreira Mendes apresentou gastos na ordem de R$ 14.960,53.
Anselmo de Jesus (PT-RO) e Lindomar Garçom (PV-RO) estão abaixo da casa dos R$ 20.000,00. Há dois meses, Garçom não pede reembolso. Ele gastou somente em janeiro R$ 14.989,35. Já o petista totalizou R$ 17.224,96. Em março, Anselmo não apresentou dados. Mas também não quer dizer que possa utilizar a verba nos meses seguintes já que a Mesa faculta o direito de caducar o instrumento da verba indenizatória em 90 dias.

Deputados econômicos

O deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) usa todos os meses a verba indenizatória, mas nunca chega ao teto de R$ 15.000,00. Nos três primeiros meses do ano, o parlamentar apresenta uma média de R$ 7.000,00. No total, chegou a R$ 23.586,49. Em março, R$ 7.975,18. Os recursos são usados, segundo a Câmara, em sua maioria em combustível.
Mauro Nazif (PSB-RO) também pode ser apontado como um dos mais econômicos por não utilizar todo limite da verba indenizatória. Em janeiro, ele não apresentou gastos até porque o Congresso estava em recesso. Em fevereiro, usou R$ 2.663,10 e em março R$ 7.220,00 totalizando R$ 9.883,10.
Igual a Lindomar Garçom, a deputada federal Marinha Raupp (PMDB-RO) ficou dois meses sem apresentar gastos e praticamente não usou o limite neste mês de março. Até agora, Marinha só pediu reembolso de R$ 4.359,98.

VEJA A EVOLUÇÃO DOS RECURSOS USADOS COM AS VERBAS INDENIZATÓRIAS

MARINHA RAUPP
Janeiro: não houve gastos
Fevereiro: não houve gastos
Março: 4.359.98

EDUARDO VALVERDE
Janeiro: 10.644,00
Fevereiro: 16.130,15
Março: 15.008,00

ANSELMO DE JESUS
Janeiro: 12.272,20
Fevereiro: 4.952,76
Março; não houve gastos

NATAN DONADON
Janeiro; 7.484,42
Fevereiro: 8.186.89
Março: 7.975,18

ERNANDES AMORIM
Janeiro: 12.085,00
Fevereiro: 14.000,00
Março: 16.516,02

MAURO NAZIF
Janeiro: não houve gastos
Fevereiro: 2.663,10
Março: 7.220,00

LINDOMAR GARÇOM
Janeiro: 14.989,35
Fevereiro: não houve gastos
Março: não houve gastos

MOREIRA MENDES
Janeiro: 6.807,90
Fevereiro; 14.186,36
Março: 14.960,53
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também