Rondônia, 28 de janeiro de 2023
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Dia do Estudante e do Advogado – Por Ruzel Costa

Sábado, 11 Agosto de 2012 - 10:06 | Ruzel Costa


No capítulo III da Constituição Federal brasileira artigo 205 está escrito: A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a consolidação da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.


Seria bom se fosse realidade.
No Art. 217. É dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não formais, como direito de cada um.
Seria bom se fosse realidade.

A origem do dia

No dia 11 de agosto de 1827, D. Pedro I instituiu no Brasil os dois primeiros cursos de ciências jurídicas e sociais: um na cidade de São Paulo e o outro na cidade de  Olinda em Pernambuco, que mais tarde foi transferido para Recife. Até então, todos os interessados em estudar as leis tinham de ir a Coimbra, em Portugal, que abrigava a faculdade mais próxima. Em São Paulo o lugar escolhido para o curso foi o Convento de São Francisco, no centro da cidade, em um edifício de taipa de estilo barroco, construído em meados do século XVII.
Cem anos após sua criação dos cursos de direito, Celso Gand Ley propôs que a data fosse escolhida para homenagear todos os estudantes. Foi assim que nasceu o Dia do Estudante, em 1927.
Mas, qual a importância dos estudantes na história do país?

No Brasil, algumas lutas tiveram os estudantes como atores principais, desencadearam mudanças significativas no cenário político nacional, como na resistência à ditadura militar, onde a classe estudantil participou ativamente do processo de redemocratização, especialmente  na Campanha Diretas Já.

Rodrigo Coentro Gusmão aluno do ensino fundamental relata “Para mim ser um estudante é acreditar em si mesmo e em seu potencial, é dar valor a si mesmo e seguir em frente,é pensar grande e voar alto,ter prazer em aprender pois será recompensado no futuro.E o futuro de todo estudante é escolher a carreira que quer seguir,mas não pensando se o salário é alto ou baixo e sim em seu gosto,pois o importante não é o dinheiro e sim o caráter”. 

Para Matheus Cervo aluno do Ensino Médio  “O modelo contemporâneo da educação brasileira tem um desejo desesperado por mascarar a situação de suas escolas e a má formação de uma considerável parcela de seus profissionais. As instituições de ensino estão aprovando alunos sem o mínimo conhecimento básico requerido para o mesmo, o aumento gritante das estatísticas de alunos alfabetizados em todo o Brasil revela a hipocrisia das autoridades em relação à qualidade do ensino ministrado nas salas de aula desviando o foco das mesmas. Uma reforma completa no modelo educacional é necessária para uma melhora realmente significante na qualidade do serviço prestado a população, fazendo assim testes apurados nas áreas de metodologia educacional e especificas para que apenas profissionais realmente capacitados ministrem as aulas nas escolas, e, claro, ganhando um salário a altura dos mesmos e finaliza os alunos devem tomar consciência que uma educação de qualidade é o melhor caminha para uma vida bem sucedida, diminuindo a alienação que os meios globalizados oferecem”.

No Sistema Prisional a educação também esta presente, sendo tão importante e necessário, segundo o relato “ Sou Ires dos Santos Teixeira estou no sistema há 04 anos, quando cheguei aqui tinha apenas o 6° ano, mas tomei atitude e voltei a estudar e hoje já completei o 3° ano do ensino médio e a escola é tudo, pois é com a educação que nosso país se desenvolve e a escola dentro do sistema prisional é ainda mais importante porque todos nós que estamos aqui é porque não tivemos muitas oportunidades e com o estudo dentro do sistema, muitas pessoas vão encontrar e realizar seus sonhos de vencer como EU que tenho o objetivo de fazer uma faculdade de Teologia e assim vou ocupar o meu lugar no mundo. Tudo isso eu conquisto com a educação”.

Segundo a acadêmica do curso de Pedagogia Silvana Alves Trindade - Estudante e Educador

“Ser estudante é se preparar para ampliar os conhecimentos que serão adquiridos, se preparar pra vida, crescer como ser humano, ter uma boa profissão, ter conhecimento. O  estudo é uma ferramenta fundamental, é saber que tem desafios para enfrentar  e que chegará ao porto desejado.  O educador é o mediador desse processo de ensino aprendizagem, é saber preparar o seu aluno para chegar ao objetivo desejado. O educador tem que estimular seus alunos a buscarem conhecimentos, se aprofundar e aperfeiçoar seus estudos”.

Um dos sérios problemas que atinge a classe estudantil é o bullying, para Laís Reis de Castro psicóloga escolar e coordenadora do programa de combate ao bullying da Secretaria Municipal de Educação relata o problema aparece com atitudes agressivas negativas, intencionais e repetitivas adotadas por um ou mais alunos com um ou contra um grupo sem motivação evidente causando dor, angústia e sofrimento executadas em uma relação desigual de poder. São sinais da vítima: não querer ir mais para a escola, pedir para mudar de turma ou de escola, queda brusca no rendimento escolar , isolamento, depressão.
São sinais dos agressores: levam para a vida adulta comportamentos agressivos, envolvimento com drogas e álcool, comportamentos delinquentes no futuro.

Laís aponta as formas de bullying: verbal, emocional, física, racista, sexual, homofóbico e cyberbullying muito utilizado atualmente que é usar qualquer meio tecnológico para difamar, caluniar, criar comunidades para denegrir a imagem da pessoa ou ameaças a integridade física e moral da pessoa e enviar mensagens de cunho racista, homofóbica relacionada a cultura do individuo.

A pessoa que é vítima do bullying deve tentar contar para alguém de sua confiança para que receba ajuda, pois quem esta passando pelo problema dificilmente consegue pedir ajuda. Laís finaliza para quem prática bullying tentar compreender que seu comportamento não é adequado e se colocar no lugar do outro, pois  o que não quero para mim não devo fazer com o outro”.

Parabéns a todos que procuram a informação.

* Professor Ruzel Costa leciona da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Madeira Mamoré, Colégio Objetivo, Faculdade Faro e Colégio Interação-Geo

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

Porto Velho 96 anos de Instalação – Feriado municipal

“Em 30 de outubro de 1913, o governador do Estado do Amazonas Dr. Jônathas de Freitas Pedroza, através da Lei n.º 741, criou o Termo Judiciário de ...

Os 68 anos da criação do Território Federal do Guaporé

         Em outubro de 1940 o então Presidente da República Getúlio Vargas chegava a Porto Velho (na época estado do Amazonas) após sua visita à Ma...

15 de Outubro dia do Professor – coragem professor

Quem não se lembra de seus primeiros professores está com sérios problemas de memória Em um país onde a educação ainda é colocada em segundo p...