Rondônia, 26 de Novembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Diretor do CAO-CIV se reúne com Secretário de Estado da Saúde para falar do setor

Quarta-feira, 20 Fevereiro de 2008 - 17:09 | Fábia Assumpção


O Diretor do Centro de Apoio Operacional Cível (CAO-CIV), Procurador de Justiça Gilberto Barbosa Batista dos Santos, se reuniu na manhã desta quarta-feira (20) com o secretário estadual de Saúde, Milton Luiz Moreira, para ter uma visão da realidade do setor de saúde no Estado. A reunião teve a participação também de diretores dos Hospitais de Base e João Paulo II, técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) e do CAO-CIV, órgão auxiliar do Ministério Público de Rondônia.

De acordo com o Procurador Gilberto Barbosa, a proposta do CAO-CIV é fazer uma radiografia das condições de atendimento na área de saúde no Estado, com o objetivo de, em parceria com a Sesau, tomar medidas para que haja o pleno atendimento da população. Barbosa afirmou que pretende também se reunir com os secretários municipais de saúde. “Queremos levantar os pontos de estrangulamento no atendimento em saúde no Estado para adotar providências e acompanhar o cumprimento do Plano Diretor de Regionalização da Saúde (PDR)”, salientou o diretor do CAO, pois uma das metas dentro do Plano Geral de Atuação do MP (PGA 2007/2008) é a implementação de mecanismos de controle dos serviços de saúde.

O secretário Milton Luiz Moreira elogiou a iniciativa do CAO-CIV e agradeceu a oportunidade de relatar a situação da saúde no Estado. De acordo com o secretário, o PDR vem sendo cumprido a contento nos municípios no interior, mas há dificuldades de implementação na Capital. “Hoje, 80% da procura nas unidades de saúde do Estado são de pessoas de Porto Velho, a maioria de atenção básica. Isso mostra que o maior problema em relação à execução do PDR está na Capital”, relatou o secretário, demonstrando sua disponibilidade em trabalhar em parceria com o Ministério Público para resolver os problemas que atingem hoje a área de saúde, no que diz respeito às competências do Estado.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também