Rondônia, sábado, 6 de junho de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 18 de Março de 2020 - 13h02

Farmácia da Capital é flagrada pela Polícia vendendo máscaras pelo dobro do preço

da Redação


Farmácia da Capital é flagrada pela Polícia vendendo máscaras pelo dobro do preço

O responsável pela Farmácia Mais Econômica, localizada na Avenida Jatuarana, Bairro Eldorado, na Zona Sul de Porto Velho, foi autuado na manhã desta quarta-feira (18), após ser constatado crime contra a economia popular no preço da máscara descartável, durante uma fiscalização realizada pela Delegacia do Consumidor, Procon, Inmetro e Vigilância Sanitária Municipal, para averiguar a venda de produtos necessários para proteção contra o Coronavírus.

Segundo o Procon, no local foi constatado que no sistema da farmácia a máscara estava custando R$ 70, mas estava sendo repassada ao consumidor por R$150. Os fiscais verificaram as notas de entrada e saída do produto. O proprietário foi intimado pela Polícia Civil a prestar esclarecimentos na delegacia.


Farmácia da Capital é flagrada pela Polícia vendendo máscaras pelo dobro do preço

Os fiscais também estiveram no Supermercado Irmãos Gonçalves da Avenida Jatuarana, mas nada de irregular foi constatado, já que o estabelecimento comercial não tinha álcool em gel nas prateleiras.

A fiscalização esteve ainda na empresa Rondoquimica, na Avenida Amazonas e Supermercado Oliveira, da Avenida Mamoré, mas também não foram encontradas irregularidades. Os dois estabelecimentos não tinham mais álcool em gel.

Segundo a delegada Noelle Caroline, a ação visa combater o excessivo preço cobrado por álcool em gel, máscaras e luvas, com o objetivo de coibir crimes contra a economia popular. “Queremos deixar claro que as mercadorias e produtos que já estão em estoque e foi adquirida antes dessa situação delicada que estamos vivendo, devem ter o valor mantido para que preserve a livre circulação das mercadorias, uma vez que o interesse público deve estar em primeiro lugar”, orientou.

A delegada ressaltou que os responsáveis por comércios que forem flagrados cometendo abusos, serão punidos conforme manda a Lei 1951 que regula os crimes contra a economia popular. “A elevação sem justa causa de produtos excessivas essenciais ao povo constitui crime. Esse não é o momento de os supermercados aferirem lucro e vamos continuar atuando”, alertou Noelle Caroline.

Farmácia da Capital é flagrada pela Polícia vendendo máscaras pelo dobro do preço

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions