Rondônia, domingo, 8 de dezembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Segunda, 20 de Abril de 2009 - 16h48

Fimca realiza jornada de Medicina de Família

Fimca


Profissionais de saúde de Rondônia e dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Amazonas, docentes e acadêmicos de cursos da área de saúde das Faculdades Integradas Aparício Carvalho – FIMCA e da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) participaram na noite da última sexta-feira da cerimônia de abertura da I Jornada de Medicina de família e comunidade da região norte, promovida da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e comunidade (SBMFC) e a direção da FIMCA.

Compondo a mesa de honra, o diretor da FIMCA, Aparício Carvalho, o conselheiro pela Sociedade de Medicina de Família e representante em Rondônia, Robinson Cardoso Machado, o coordenador adjunto do curso de Medicina da FIMCA, Rui Rafael Durlacher, o representante da SBMFC do Amazonas, Ricardo Amaral Filho, a diretora de saúde suplementar da Sociedade, Irmã Monique Bourget, a coordenadora do curso de Medicina da UNIR, Ana Lúcia Escobar, o residente em Medicina de família e comunidade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Móises Haddad, e o presidente da Associação Médica de Rondônia, Ricardo Amaral, entre outros convidados.

Aparício Carvalho abriu os trabalhos da noite parabenizando à iniciativa dos organizadores da Jornada e dando às boas vindas aos presentes. “Fico extremamente feliz em ver todos unidos em defesa da implantação da Sociedade de Medicina de família e comunidade em Rondônia. É gratificante ver que entidades municipais, estaduais e federais estão unidas para o mesmo propósito”. Aparício encerrou seu discurso afirmando que “este evento é um marco histórico para Rondônia e para toda região Norte, e o fato de ser realizado na nossa instituição, mostra a importância da FIMCA em ações em prol da comunidade”.

Desfeita a mesa, em seguida a professora Ana Escobar ministrou a primeira palestra da jornada, falando sobre o tema “SUS em Rondônia e as relações entre a atenção básicas e os demais níveis de atenção e Formação do profissional de Saúde em Medicina de Família e Comunidade em Rondônia”.

Encerrando as atividades do primeiro dia da Jornada, os organizadores ofereceram um coquetel aos convidados e participantes, com música ao vivo na anti-sala do auditório da FIMCA.

A Jornada teve continuidade na manhã de sábado (18) com a palestra ministrada por Rui Rafael Durlacher, que falou sobre “Atenção Primaria à Saúde no Estado Rondônia e no Município de Porto Velho e a Experiência do Programa Saúde da Família no Município de Porto Velho”. Em seguida o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de família e comunidade do Paraná, Gustavo Gusso, falou sobre “Bases conceituais e históricas da Medicina de Família e Comunidade e da Estratégia (MFC a Especialidade e suas Competências)”. Durante a manhã também realizaram palestras, Ricardo Amaral Filho (Modelos Assistenciais à Saúde); Ruth Borges Dias; (Visita Domiciliar e Internação Domiciliar) e a Irmã Monique Bourget (Abordagem de Famílias).

A partir das 14h00, Marcellus Negreiro falou de “Trabalho em equipe”; Robinson Cardoso Machado, ministrou palestra sobre o tema “Saúde Mental na Atenção Básica”, José Coutinho discorreu sobre “Sinais de Perigo no Programa Saúde da Família de Rondônia”, José Coutinho. Encerrando o segundo da Jornada, duas palestras – “Bases da Dermatologia na Atenção Básica” e “Atenção Primaria de Saúde na Zona Rural” ministradas por Ricardo César Garcia Amaral.

Os organizadores do evento promoveram na noite de sábado (18) um jantar de confraternização para os médicos de família e convidados. Na manhã de domingo (19), último dia da Jornada, Robinson Machado falou sobre “Trabalhando com Famílias – Experiência de um Serviço Privado”. Em seguida a mesa redonda sobre proposta de fundação da Associação de Medicina de Família e Comunidade de Rondônia e formação da sua diretoria com todos os participantes da Jornada.

O cerimonial da I Jornada de Medicina de família e comunidade de Rondônia contou com a participação de acadêmicos do 6º e 7º períodos do curso de Turismo com ênfase em meio ambiente da FIMCA, que trabalharam sob a supervisão da professora Ana Cláudia.

Especialistas destacam importância do evento

O conselheiro e representante da SBMFC, Robinson Cardoso Machado, destacou a importância da implantação da Sociedade no estado de Rondônia, um dos objetivos para a realização da Jornada.

De acordo com Robinson a idéia para a realização da I Jornada de Medicina de Família e Comunidade surgiu durante uma reunião da Sociedade Brasileira, com o objetivo de reunir os estados da região norte para definir quem sediará o Congresso Macro regional de Medicina de Família e comunidade. “Com isso divulgar a especialidade em Rondônia, possibilitando a fundação da Associação Médica de Família no estado, e mostrar à comunidade acadêmica a importância da medicina de família como um todo e como é feita no Brasil”.

O conselheiro ressaltou que a Jornada de três dias contou com convidados de outros estados que estiveram na FIMCA para ministrar palestras. Entre eles, o presidente da Sociedade e representante do Paraná, Gustavo Guzzo, Ricardo Amaral, representando o Amazonas, e ainda Ruth Borges Dias, de Minas Gerais, irmã Monique Borgeth, de São Paulo e ainda médicos locais como Rui Rafael, coordenador adjunto do curso de Medicina da FIMCA, José Coutinho e Ana Escobar palestrantes e representantes do curso de Medicina da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), “são pessoas importantes que fazem a medicina de família em Rondônia”, disse.

A medicina de família e comunidade é a especialidade que atende o nível primário de atenção nas unidades básicas de saúde, e está ligada ao programa Saúde da Família, que visa dar uma assistência em pelo menos em oitenta por cento dos problemas e das dificuldades que cada pessoa tem, explicou Robinson. “O médico de família não é um clínico geral. É um especialista em doenças comuns da família, que trata de pessoas de zero aos oitenta anos. Ele dá assistência, sabe como indicar quando é necessário encaminhar a um outro especialista, tem toda uma formação dentro das várias áreas com o intuito de oferecer uma qualidade de vida falando de prevenção e de promoção de saúde.”

Machado, que além de medico atua como docente, fez questão de agradecer o apoio e incentivo do diretor da FIMCA, Aparício Carvalho, que cedeu o auditório para a realização do evento. Destacou o entusiasmo do coordenador adjunto de Medicina da FIMCA, Rui Rafael, a presença dos demais especialistas em Medicina de família, que vieram de São Paulo, Minas, Parará e Amazonas para participar da Jornada assim como os profissionais de Rondônia, e a parceria com a SBMFC, e de instituições como a FIMCA, UNIR, e a presença dos acadêmicos.

Para o médico especialista em Medicina de família e comunidade, Ricardo Amaral Filho, representante da Associação Amazonense de medicina de família e comunidade, a Jornada é um marco para a história de Rondônia e da região Norte.

Ricardo explica que esta Jornada é a primeira realizada na região voltada para esta especialidade, cujo movimento está iniciando e tomando forma na região. “Esta primeira jornada é mais um passo na caminhada para sediar a uma macro regional e um congresso brasileiro. São ações realizadas para que a medicina de família seja reconhecida para ajudar ainda mais a população”.

Segundo Amaral Filho os participantes da Jornada têm a oportunidade de refletir sobre o que é um médico de família e ter a real percepção do que é e o que faz um médico de família e comunidade. “Uma especialidade bem determinada, que tem papel importante para o Brasil”.

Outro participante vindo do Amazonas para participar da Jornada, Moises Haddad, residente de medicina de família e comunidade da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), afirma que “a jornada é o primeiro passo para mostrar a importância e como funciona a medicina de família. Acredito que o evento vai aumentar a visibilidade sobre o que é realmente esta especialidade”.

Haddad enfatiza que “a atenção primária ou atenção básica a saúde é uma integração entre a comunidade e o profissional, entre a equipe que está ali disponibilizando os benefícios do programa oferecido pelo governo federal para esta comunidade, que muitas vezes não sabe que têm este direito.”

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/geral/fimca-realiza-jornada-de-medicina-de-familia)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions