Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Fisioterapia da São Lucas destaca benefícios obtidos com o Método Pilates

Sexta-feira, 15 Maio de 2009 - 17:26 | Assessoria


Os exercícios do Método Pilates, quando bem aplicados, proporcionam importantes benefícios às pessoas que o praticam. O método é indicado ainda para o tratamento de lesões, muito freqüente nos que utilizam o corpo de forma mais intensa, a exemplo dos atletas. A professora Ana Paula Rubira, coordenadora da Clínica de Fisioterapia da Faculdade São Lucas, salientou que é preciso buscar orientação com profissionais bem treinados, cuja formação aborde benefícios, indicações e contra-indicações para as diversas populações, além de progressões e regressões para cada exercício.
Em 1926, o "método de condicionamento físico integral" foi levado por ele para Nova York, onde abriu o primeiro "The Pilates Studio". Desde então, sua técnica foi aperfeiçoada e ganhou o mundo. O número de institutos vem aumentando: só nos Estados Unidos passou de cinco para cerca de 600, e no Brasil está em grande expansão, inclusive como Especialização. Esse crescimento se justifica pelos benefícios que o Método Pilates oferece: alívio de dores, consciência corporal, concentração, controle respiratório, condicionamento físico, fortalecimento abdominal, flexibilidade, aumento da auto-estima, melhora a postura, coordenação motora, prevenção de contusões, dentre outros.
"Vocês se sentirão melhores em 10 aulas, parecerão melhores em 20 e terão um corpo novo em 30 aulas". Essa era a frase empregada por Joseph Pilates para resumir os benefícios dos exercícios do método, constituído de cerca de 500 exercícios, praticados em camas, cadeiras e plataformas com molas que dão resultados em pouco tempo. Em dois a três meses, as mudanças são visíveis: musculatura definida, corpo modelado e condicionamento físico.
Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3211-8034/3211-8022.
O Método Pilates foi o criado pelo alemão Joseph Pilates que passou a infância e parte da juventude lutando contra sua saúde frágil. Assim, ele criou o seu próprio programa de exercícios na tentativa de melhorar a sua saúde e condicionamento, transformando-se num atleta praticante de ginástica, mergulho, boxe, entre outras modalidades esportivas. Posteriormente, Joseph aplicou seus conhecimentos durante a Primeira Guerra Mundial após ter estudado medicina oriental, fisiologia e anatomia humana. Trabalhou como enfermeiro e, nesse período da sua vida, Pilates percebeu que a falta de atividade física dos pacientes dificultava o processo de reabilitação, o que o levou a desenvolver exercícios utilizando cordas, roldanas e molas que ele próprio adaptava à cama do hospital. A idéia de Joseph Pilates era trabalhar a resistência de músculos específicos, sem comprometer outras partes do corpo.
Em 1926, o "método de condicionamento físico integral" foi levado por ele para Nova York, onde abriu o primeiro "The Pilates Studio". Desde então, sua técnica foi aperfeiçoada e ganhou o mundo. O número de institutos vem aumentando: só nos Estados Unidos passou de cinco para cerca de 600, e no Brasil está em grande expansão, inclusive como Especialização. Esse crescimento se justifica pelos benefícios que o Método Pilates oferece: alívio de dores, consciência corporal, concentração, controle respiratório, condicionamento físico, fortalecimento abdominal, flexibilidade, aumento da auto-estima, melhora a postura, coordenação motora, prevenção de contusões, dentre outros.
"Vocês se sentirão melhores em 10 aulas, parecerão melhores em 20 e terão um corpo novo em 30 aulas". Essa era a frase empregada por Joseph Pilates para resumir os benefícios dos exercícios do método, constituído de cerca de 500 exercícios, praticados em camas, cadeiras e plataformas com molas que dão resultados em pouco tempo. Em dois a três meses, as mudanças são visíveis: musculatura definida, corpo modelado e condicionamento físico.
Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3211-8034/3211-8022.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News