Rondônia, quinta-feira, 26 de novembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Segunda, 28 de Setembro de 2009 - 15h43

Governador anuncia investimentos de R$ 18 milhões na Saúde

Decom


O governador Ivo Cassol fez o lançamento na manhã desta segunda-feira das obras de ampliação do Hospital de Base Ary Pinheiro (HBAP), empreendimento avaliado em R$ 18 milhões, com recursos da compensação financeira dos empreendimentos do Rio Madeira, avaliados no total em 31 milhões e 970 mil reais.

Nas dependências do Hospital de Base, o governador disse que está colocando todos os recursos de compensação das usinas em obras de infra-estrutura, ampliando unidades e construindo outras, mas questionou sobre o quê o município de Porto Velho estaria fazendo com os recursos de compensação das usinas destinados à Capital, alertando que a saúde muito breve não vai ter suporte, principalmente na Capital, com a quantidade de pessoas que tem chegado em função dos empreendimentos.

Cassol disse que já remanejou mais de R$ 50 milhões de outras áreas para colocar na área de saúde, mesmo assim, garantiu que a saúde vai sucumbir se a Capital não se atentar para fazer a sua parte, pois “tem poder político para isso”, disse o governador conclamando as autoridades para que trabalhem por mais recursos para a Capital, principalmente para implantar um Pronto Socorro Municipal. “Não é possível dar assistência para uma população de 450 mil habitantes com um único aparelho de Raio-X”, complementou o governador, pedindo, inclusive, para que o Conselho Regional de Medicina intervenha para modificar essa situação.

“Não estamos preocupados somente com os prédios”, disse Cassol ao alertar que estão sendo finalizados os procedimentos para a contratação de mais de mil servidores para a área de saúde, incluindo médicos para todas as especialidades. “Tudo o que é possível estamos fazendo, agora estamos aguardando recursos do Ministério da Saúde para equipar o hospital de Cacoal, para ser entregue à população no início do próximo ano”, disse.

Participando da solenidade, o promotor de Justiça Hildon Chaves, ratificou a preocupação de Cassol, dizendo que nos seis meses que está à frente da área de saúde do Ministério Público, pôde constatar que 60% dos atendimentos no Hospital João Paulo II e Hospital Infantil Cosme e Damião são de pacientes procedentes do interior do Estado e da Capital, afetos à Atenção Básica. “Além das dificuldades estruturais, a maior dificuldade está por conta da conjuntura política”, disse o promotor. Ele disse ainda que está iniciando um ciclo de reuniões e discussões para levantar a situação sobre a falta de um Pronto Socorro na Capital. “É preciso haver uma união e parceria entre Estado e município para que a população não seja penalizada”, disse o promotor, destacando que o município tem sido omisso e é “necessária a participação de cada esfera, garantindo as regras estabelecidas pelo Pacto Federativo em relação à saúde”.

HB será remodelado para hospital de ensino

O secretário de Estado da Saúde, Milton Moreira, disse que a ampliação da estrutura do Hospital de Base inclui a reforma do setor de psiquiatria, a construção de uma UTI neonatal com 12 leitos, a ampliação de mais 70 leitos, auditório com 200 lugares, biblioteca, quatro salas de aulas para residência médica, construção de um setor para oncologia, com salas de quimioterapia, braquioterapia e radioterapia, lavanderia e refeitório. A nova estrutura será toda adaptada e equipada para que o HB continue prestando atendimento aos acadêmicos da área de saúde e mantendo o Programa de Residência Médica com especialização em várias áreas.

Além disso, no espaço do HB ficará todo o complexo hospitalar, incluindo as obras do novo prédio da Policlínica Oswaldo Cruz e do Hospital Infantil Cosme e Damião, que terá também 50 leitos e que serão lançadas brevemente. Moreira lembrou ainda as obras de restauração do Hospital João Paulo II, onde foram investidos mais de R$ 7 milhões, além de investimentos pontuais que estão sendo feitos noutras áreas de saúde. Ele aproveitou para agradecer ao governador Ivo Cassol pela sensibilidade em relação à área de saúde, bem como a toda a equipe da Sesau pelo empenho ao trabalho.

Na ocasião, o médico Amado Rahhal, diretor geral do Hospital de Base, falou em nome dos 27 anos de atuação do HB em Porto Velho. Segundo ele, “nunca se fez tanto por aquele hospital como se está fazendo agora”. Rahhal aproveitou para pedir e agradecer o empenho de toda a equipe do HB que terá que continuar trabalhando, mesmo com as obras de ampliação em andamento.

O deputado Estadual Tiziu Jidalias (PP), que participou da solenidade, disse que estava voltando de um roteiro por todo o Estado de Rondônia, em municípios onde acompanhou o governador Ivo Cassol e pôde constatar as unidades de saúde existentes no interior, concluindo que é inadmissível a Capital não ter um Pronto Socorro à disposição da população.

Estiveram presentes à solenidade o médico Rodrigo Bastos, diretor geral do Hospital João Paulo II; os secretários de Estado Carlos Magno, de Obras, e Alceu Ferreira Dias, da Deosp; a secretária-adjunta da Sesau, Débora Rodrigues; a presidente do Cremero, médica Inez Mota e o tesoureiro da instituição, médico Hiran Gallo, o promotor Hildon Chaves; a diretora do Cemetron, Ednéia Cordeiro; a médica Marilene Penatti, diretora do Hospital Infantil Cosme e Damião e o deputado Estadual Tiziu Jidalias (PP), além de todo o corpo médico, enfermeiros, técnicos e demais servidores do HB.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions