Rondônia, quinta-feira, 20 de setembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Terça, 02 de Setembro de 2008 - 15h17

Governador discute com Banco do Brasil compra de débitos de PMs

Assessoria


O governador Ivo Cassol reuniu-se na tarde desta segunda-feira (1), em seu gabinete na residência oficial, com o Superintendente do Banco do Brasil em Rondônia, Fernando Pelisser, e com o Gerente da Agência Pública, Fernando Favoreto. O governador solicitou mais agilidade por parte da instituição bancária na elaboração da proposta que vai viabilizar a compra de financiamentos de Policiais e Bombeiros Militares contraídas em outras financeiras.
Segundo Cassol a proposta é para que o Banco do Brasil renegocie essas dívidas com cada policial que eventualmente tenha feito financiamento na praça, comprometendo boa parte do salário e ofereça prazos mais longos e juros mais baixos do que os praticados no mercado.
O superintendente do Banco do Brasil, Fernando Pelisser, informou ao governador que já foi feito um levantamento de todos os financiamentos contraídos pelos policiais e bombeiros militares, e que será possível atender cerca de 95% da categoria que porventura queira renegociar a dívida, os outros 5% não tem como comprar a carteira por vários motivos, mas o principal deles é porque o servidor comprometeu muito mais de 70% do salário, o que inviabiliza qualquer negociação. Segundo ele, dentro de mais alguns dias o Banco do Brasil já começará a negociar as dívidas com os policiais militares.

Redução da margem de consignação e aumento efetivado
Conforme foi negociado com as esposas dos policiais e bombeiros no mês passado, o governador Ivo Cassol determinou e o secretário da Casa Civil, Odacir Soares, que participou das negociações na época, está providenciando junto à Secretaria de Administração o montante devido pelos policiais militares. Com base nos valores devidos, o Governo do Estado vai enviar para a Assembléia Legislativa do Estado um Projeto de Lei limitando o valor da consignação em 30%, que hoje é de 70%, uma reivindicação feita pela própria categoria no passado e que provou não ter dado certo. “Nós concedemos 70% de consignação por que os próprios policiais pediram, agora eles viram que foi um erro e solicitaram que seja novamente alterado, por isso vamos reduzir a margem novamente para um patamar seguro”, explicou Cassol.
A partir desta segunda-feira dia 1º de setembro está valendo também o aumento de 12,5% que o governo concedeu aos policiais e bombeiros, além de mais 11% em abril do ano que vem, ocasião em que o governo vai contemplar todas as categorias da administração estadual com cerca de 6% de reajuste salarial.
“Com estes aumentos cumprimos a nossa parte do acordo firmado com as esposas no mês passado, mostrando mais uma vez que o que combinamos nós cumprimos”, finalizou o governador.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions