Rondônia, 25 de fevereiro de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Governo estima que meio milhão de pessoas serão vacinadas contra a gripe em Rondônia

Quarta-feira, 06 Dezembro de 2023 - 08:34 | da Secom/RO


Governo estima que meio milhão de pessoas serão vacinadas contra a gripe em Rondônia

O Governo Estadual está intensificando a vacinação contra o vírus influenza da gripe. A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) já distribuiu mais de 400 mil doses para os 52 municípios, e continuará suprindo, conforme a necessidade. Devido ao aumento do número de casos no Estado, a previsão é de que mais de meio milhão de pessoas sejam imunizadas.

A ação é realizada pela (Agevisa), e o Governo vem aproveitando a ocasião para alertar a população sobre os riscos da doença. O diretor-geral da Agência, Gilvander Gregório de Lima advertiu, “a gripe é uma infecção que pode se agravar e evoluir para complicações, internações podendo até mesmo levar à morte. A vacinação é uma das medidas de prevenção mais importantes para se proteger contra a doença”, ressaltou.

Casos prioritários

A vacina contra a gripe está disponível desde o início da campanha, 13 de novembro, em todas as salas de vacinação, para toda a população a partir dos 6 meses de idade.  Os grupos prioritários definidos para a campanha de vacinação são:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
População indígena;
Pessoas com comorbidades;
Trabalhadores da saúde;
Gestantes e puérperas;
Trabalhadores da educação;
Idosos com 60 anos ou mais;
Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
Profissionais das Forças Armadas;
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade;
Pessoas com deficiência permanente;
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
Trabalhadores portuários;
População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade; e
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

O objetivo da campanha é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. A influenza e a covid-19 continuam sendo ameaças à saúde pública, especialmente, para as pessoas não vacinadas. Em função disso, o Ministério da Saúde (MS) recomenda aproveitar a oportunidade da campanha de vacinação contra a influenza, para atualização da situação vacinal para covid nos grupos elegíveis.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também