Rondônia, segunda-feira, 19 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Sexta, 11 de Dezembro de 2009 - 15h05

Idaron recolhe mais de 39 mil embalagens vazias de agrotóxicos em Alto Alegre

RONDONIAGORA


A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron) realizou a primeira coleta volante de embalagens de agrotóxicos no município de Alto Alegre dos Parecis (a 550 quilômetros de Porto Velho). A atividade contou com o apoio da prefeitura da cidade, Secretaria Municipal de Agricultura, revendedores de defensivos agrícolas, cooperativas de produtores de tomate, Câmara de Vereadores e a Emater/RO.

Os trabalhos da coleta foram coordenados pelo engenheiro agrônomo da Idaron, Luis Carlos Barreto, e, após ampla divulgação junto às associações e cooperativas de produtores, foi feito o recolhimento dos vasilhames nas linhas P-34, P-38, P-46, P-36, 44, 48 até o distrito de Marcão. Depois seguiu pela P-30, 26, 32 até o distrito de Bosco, além da P-40 até o distrito de Flor da Serra e a P-44 com 105 até o distrito de São Luiz.

Em cinco dias de visitas, foram recolhidas 39.900 embalagens, que totalizaram 135 “Big Bags”, distribuídas em seis caminhões. Posteriormente, estes vasilhames foram encaminhados ao posto de recolhimento de Alta Floresta do Oeste para armazenamento, onde vão ficar até a retirada total pela central de recolhimento de Cacoal, onde vão seguir para a incineração.

De acordo com o coordenador da atividade, a ação é necessária para evitar maiores danos ao meio-ambiente. “Nós recolhemos de 80 a 85% das embalagens antigas existentes em Alto Alegre dos Parecis. Isto contribui para a redução dos riscos de intoxicação dos produtores rurais e contaminação da água e do solo, uma vez que estes vasilhames estavam abandonados no campo”, disse ele.

Para a coordenadora do Programa de Agrotóxicos da Idaron, engenheira agrônoma Eutália Alves, o trabalho vai continuar com os produtores rurais da cidade e do estado. “Esta coleta tem o objetivo de recolher as embalagens antigas, contaminadas ou não, e conscientizar os produtores sobre a responsabilidade em devolver as embalagens ao posto de recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos mais próximo das propriedades. Ainda vale destacar a importância das campanhas de coletas volantes que vão até o produtor, facilitando a entrega das embalagens”.

Destaque

A coleta de embalagens de produtos agrotóxicos vem ganhando força em todo o País. Tanto que o Brasil é, hoje, líder mundial no recolhimento destes vasilhames para reciclagem. Desde que o surgimento do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), em 2002, já foram recolhidas mais de 100 mil unidades. De acordo com alguns números divulgados em março deste ano, a taxa de retorno em 2008 chegou a 95%, bem mais que muitos países com programas semelhantes.

Ainda de acordo com o Inpev, no período de janeiro a novembro de 2009, foram recolhidas mais de 26 mil toneladas de embalagens vazias e Rondônia está entre os estados com maiores percentuais de crescimento.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions