Rondônia, quarta-feira, 13 de novembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quinta, 21 de Julho de 2016 - 16h48

Índice de assaltos na região de Ouro Preto aumenta; polícia reclama de baixo efetivo

Da Redacao


As festas agropecuárias atraem grandes públicos em Rondônia, mas também a ação de muitos criminosos. Em Ouro Preto do Oeste (RO), com a proximidade de mais uma edição da Agri Show Norte, os moradores e donos de estabelecimentos comerciais já começam a sofrer com a ação de marginais. Os meses de julho e agosto é comum haver aumento de assaltos, furtos e até ameaças. Segundo as Polícias Militar e Civil é baixo efetivo na região também contribui para a elevação das estatísticas. A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) disse já ter melhorado o efetivo da região neste ano.

De acordo com o comandante da 3ª Companhia da Polícia Militar, sediada em Ouro Preto do Oeste, não somente os eventos no município, mas em toda a região vizinha tem atraído criminosos nos últimos anos. Neste ano, o alvo tem sido farmácias e postos de combustíveis. Em cerca de 15 dias, pelo menos quatro postos foram vítimas dos ladrões. “Ano passado aconteceu esse mesmo movimento nesse mesmo período. Quando começam as festas de cavalgada, de exposição, não só aqui em Ouro Preto como nos outros municípios, aumentam o número de crimes de roubos. No nosso município, este mês aumentou o número de roubos. Eu tenho acompanhado os que têm acontecido nas farmácias, nos postos de combustíveis”, admite o capitão.

Sobre as últimas ocorrências, o comandante garante que já ocorreram algumas prisões pela Polícia Militar, embora seja um serviço difícil devido à alta demanda de ocorrências de várias natureza.

Já a continuidade dos inquéritos, sob a responsabilidade da Polícia Civil, acaba sendo prejudicado por falta de efetivo suficiente para atender a região, segundo o delegado Roberto dos Santos da Silva, de Ouro Preto do Oeste. A defasagem é de delegados, escrivães e agentes de polícia. Além de Ouro Preto e os distritos Rondominas, Santa Rosa e Cedro Rosa, o delegado atende as cidades de Nova União, Vale do Paraíso e Teixeirópolis. São cinco agentes e dois escrivães para investigar todos os crimes que acontecem nesses municípios e o delegado diz que seriam necessários pelo menos 15 agentes e seis escrivães, considerando que são registradas na região em torno de seis mil ocorrências por ano.

Recentemente, o delegado Ícaro Alex Soares Bezerra pediu afastamento da função e o delegado Júlio Cesar de Souza Ferreira precisou ser remanejado para cobrir a ausência do delegado titular de Alvorada d’Oeste. Com isso, a situação complicou ainda mais.

Para tentar amenizar a situação, as duas polícias vêm organizando operações integradas, como que a ocorreu há cerca de dois meses. Na manhã de 20 de maio, uma força tarefa com mais de 50 agentes da Polícia Civil entre delegados e policiais e apoio aéreo, prendeu mais de 20 pessoas envolvidas em assaltos, furtos e tráfico na região. A operação denominada Leviatã foi fruto de um trabalho de meses da equipe coordenada pelos delegados Roberto dos Santos e Júlio Cesar. Entretanto, desde o início de julho, os crimes de assaltos e furtos voltaram a acontecer em postos de combustíveis, farmácias, e outros estabelecimentos de Ouro Preto, Mirante da Serra e em Vale do Paraíso. Na zona rural dessas cidades o índice de assaltos também tem crescido.

Por email, a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) informa que o quantitativo do efetivo operacional de Ouro Preto e região, pertencente a regional de Ji-Paraná que agrega municípios diversos. Com as novas contratações, passou de 168 policiais para 206 efetivos. Foram contratados, portanto, em toda região, o total de 38 policiais.

Ouro Preto do Oeste – antes contava com 54 policiais, agora conta com 63.

Jaru – contava com 80, agora com 105 policiais.

Teixeirópolis – antes 11 policiais, agora com 13.

Vale do Paraíso – antes contava com 11, agora com 12.

Nova união – antes tinha 12, agora conta com 13.

A secretaria informa ainda que a inserção de Jaru na contratação de efetivo é porque o município integra a regional de Ji-Paraná, assim como os demais. Esse ano, a Sesdec incorporou 418 policiais na corporação militar e outros 133 na Polícia Civil distribuídos em todo o estado.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/geral/indice-de-assaltos-na-regiao-de-ouro-preto-aumenta-policia-reclama-de-baixo-efetivo)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions