Rondônia, sábado, 24 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 26 de Agosto de 2009 - 15h54

Junta Governativa divulga nota oficial sobre ataques

Astir


Confira a nota da ASTIR duvulgada nesta quarta-feira:

                          Junta Governativa da ASTIR presta esclarecimento a seus associados e sociedade em geral.

A Associação Tiradentes da dos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Estado de Rondônia – ASTIR, através da Junta Governativa, instituída pela Assembléia geral Extraordinária no dia 20 de novembro de 2009, representantes legais da Associação, em ato de esclarecimentos aos seus associados e colaboradores vem manifestar-se quanto às inverdades divulgadas no jornal eletrônico www.rondoniaovivo.com.br , em 29 de julho de 2008, véspera da realização das assembléias, previamente convocadas, conforme rege o estatuto da ASTIR.

A bem da verdade, a Junta Governativa foi instituída por vontade dos associados na Assembléia Geral de 20 de novembro de 2008, com os objetivos principais de bem administrar a ASTIR e com amplos poderes para gerir a entidade associativa, bem como apurar as denúncias de possíveis irregularidades praticadas por membros da Diretoria Executiva, do Conselho Administrativo e do Conselho Fiscal aos quais, no mesmo ato, foram afastados de seus respectivos cargos, assim como rever os procedimentos na prestação dos serviços médicos, hospitalares e laboratoriais aos associados e re regularizar o registro de funcionamento do plano de saúde junto a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar)....etc.

Há de se esclarecer que na mesma  Assembléia Geral Extraordinária no dia 20 de novembro de 2008, com a aprovação dos associados, houve a constituição da Comissão com poderes para promover a devida alteração do Estatuto Social da ASTIR, solicitadas em assembléia e colher junto aos associados propostas para alterações estatutárias, bem como analisá-las e apresentá-las em Assembléia  geral para a deliberação geral dos filiados.
Em nota divulgada em site da internet, de maneira leviana, um grupo – que não quis nem se identificar, o que é, no mínimo, estranho – noticiaram inverdades com claro e único objetivo de denegrir os trabalhos desenvolvidos pela Junta Governativa.

Não existe qualquer manobra dentro da ASTIR para mudar o Estatuto Social e criar uma Fundação de Saúde somente para beneficiar gente do governo e pessoas ligadas à saúde.  Tudo está sendo feito dentro das normas legais, pois as decisões que foram e as que ainda serão tomadas, passaram e/ou ainda passarão pelo crivo da assembléia geral. A Junta Governativa trabalha com transparência e não se esconde atrás do manto do anonimato. A decisão final não é dos membros da Junta, mas dos filiados, principais responsáveis e a razão maior da existência da Associação Tiradentes.
Até então, não foi rescindido o contrato com a CTS como, caluniosamente, foi anunciado por tal grupo. A Junta jamais perdeu o prazo para registrar a ASTIR na Agencia Nacional de Saúde – ANS, resultando em uma multa no valor de R$ 800 mil. O que aconteceu é resultado de administrações pretéritas que não tiveram o devido cuidado com o registro da Associação e não se pode querer culpa a atual Junta Governativa que, pelo contrário, apenas quer a regularização da entidade. Não existe ainda qualquer multa arbitrada pela ANS contra a ASTIR. O Hospital da ASTIR ainda não está registrado na ANS por conta dos fatos citados acima, mas funciona muito bem no atendimento aos associados e dependentes da ASTIR. Se a Fundação for criada não implicará na extinção da ASTIR, pois ficará subordinada a Associação Tiradentes e jamais se cogitou a entrega do Hospital Tiradentes para o Governo do Estado. Tudo em contrário é falácia.

Os fatos divulgados por tal grupo não passam de mais uma tentativa grosseira e ilegal de denegrir a imagem da Justa Governativa que, seguidamente, vem sendo agredida na mídia e até no Judiciário por pessoas mal intencionadas e que, com certeza, tiveram interesses contrariados e que foram detectados após a Assembléia de 20 de novembro de 2008, que motivou na destituição de diretores.

A Junta Governativa não tem medido esforços para engrandecer a Associação Tiradentes que já melhorou significativamente desde a posse dos interventores. Os problemas que ainda persiste são heranças de gestões passadas. Para ficar claro, nunca se cogitou a extinção da Associação Tiradentes ou mudanças de estatuto quanto as suas finalidades. A sugestão, que ainda será levada para apreciação dos associados em Assembléia Geral, de criação de uma Fundação exclusiva de saúde, para esta ser registrada na ANS, é uma proposta viável, pois ampliará o leque de atendimento do associado, já que vão permanecer todos os demais benefícios existentes hoje praticados pela ASTIR, englobando o Auxílio Funeral, farmácia, convênios, etc., sem prejudicar os associados e dependentes.

Todos os trabalhos desenvolvidos até hoje pela Junta Governativa e pela Comissão de Alteração do Estatuto estão voltados única e exclusivamente para o interesse dos associados e dependestes da ASITR. A Junta Governativa pauta-se em trabalho revestidos de honestidade e transparência. Nenhuma decisão é tomada sem anuência dos associados porque ela foi constituída para isso. Para que não paire dúvidas, todo e qualquer questionamento quanto proposta de criação de Fundação de Saúde, a manutenção do Hospital Tiradentes, bem como qualquer outra atividade da ASTIR ou da Junta Governativa, pode ser acessado no site oficial da instituição ou diretamente em suas dependências.

Face ao exposto, as contra medidas estão sendo providenciadas via judiciário contra os caluniadores da ASTIR.
 
AILDO DA CRUZ
Presidente da Junta Governativa da ASTIR

 


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions