Rondônia, terça-feira, 29 de setembro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 22 de Março de 2017 - 13h24

Ligações clandestinas elevam desperdício de água em Porto Velho para 70%, diz Caerd

da Redação


Ligações clandestinas elevam desperdício de água em Porto Velho para 70%, diz CaerdRegular as torneiras ajuda a evitar o desperdício de água

Nesta quarta-feira (22) é comemorado o Dia Mundial da Água. Em Porto Velho, a Companhia de Água e Esgotos de Rondônia (Caerd) alerta para o uso consciente do bem, ressaltando que o desperdício na capital chega a 70% do consumo, muitas vezes motivado por fraude. A empresa garante ainda que neste ano, 100% da capital terá cobertura no abastecimento de água.

Para conscientizar a população a evitar desperdícios, a Caerd está realizando a 3ª Semana da Água em escolas municipais e estaduais, além de realizar pit stops orientando crianças e adultos sobre a importância da água.

“Nós sabemos que a água é muito importante para nós, então toda a população deve se conscientizar e gastar somente o necessário diminuindo o tempo do banho. Em um banho de 15 minutos é gasto 130 litros de água. É preciso regular a válvula de descarga para evitar desperdícios, escovar os dentes com a torneira fechada. Tudo isso poderá acarretar uma economia no mês, e não esquecer de verificar se existem torneiras pingando ou cano furado em sua residência”, explica a presidente da Caerd, Iacira Azamor, que destaca que o índice de desperdício na capital chega a 70%, enquanto no interior do estado é de 40%.

O desperdício, relata Iacira, é muitas vezes provocado pelo aumento no furto de água. “A exemplo, nós encontramos no Bairro Tucumanzal, cerca de 50 casas que estavam com ligação irregular. E quando a pessoa faz isso, ela pode inclusive contaminar toda a rede, prejudicando quem paga aquele morador que paga suas taxas em dia, porque ele pode pegar até uma doença com água contaminada. As vezes alguém reclama que não está recebendo água adequada, mas é porque alguém fez um interferência antes da recepção daquela pessoa”, ressalta a presidente, ressaltando que na capital têm evoluído as fraudes nas redes, gerando parte do desabastecimento.

Para punir quem furta água, o órgão realiza trabalho constante de vigilância de fiscalização. “Através do PAC, nós temos um convênio com o governo do estado que está fazendo um levantamento de todos os vazamentos e todas as interferências de fraude nas redes. Nosso fiscais chegam a ser até ameaçados ”, afirma.

Rede de abastecimento
O abastecimento de água em Porto Velho não chega a 50% da população, é o que o afirma Iacira. No entanto, ela garante que os trabalhos na empresa continuam para levar água tratada a todos os moradores. “Nesse ano estaremos concluindo as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que vai atender a 100% da cidade de Porto Velho. E toda a captação será o Rio Madeira”, finaliza Iacira.



Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions