Rondônia, sábado, 7 de dezembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 28 de Janeiro de 2009 - 17h13

Medicina da São Lucas realiza Expedição Científica ao Rio Purus

Assessoria


Equipe composta de 20 alunos e professores do Departamento de Medicina da Faculdade São Lucas (FSL) e de pesquisadores do INPA (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), com sede em Manaus, da UFAL (Universidade Federal de Alagoas) e da USP (Universidade de São Paulo) realiza, no período de 31 de janeiro a 8 de fevereiro, uma Expedição Científica ao Rio Purus, no interior do Amazonas, com o objetivo de estudar algumas doenças tropicais na região, dentre as quais tripanossomíase, mansonelose e doenças transmitidas por carrapatos. A pesquisa é patrocinada pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e Prefeitura do Município de Lábrea, localizado no interior amazonense, com apoio do Ministério da Saúde. A Expedição Científica contará com a presença do emérito cientista e atual presidente do INCOR (Instituto do Coração), Doutor Erney Plessmann, além do Professor Doutor Sérgio Basano (FSL), Professor Doutor Odécio Cáceres (DCR/CNPq), Professor Doutor Marcelo Labruna (USP), Professor Doutor Jansen Medeiros (Inpa), Professor Doutor Gilberto Fontes (UFAL) e Professor Doutor Luís Marcelo Aranha Camargo (FSL/USP).

Um dos principais objetivos da Expedição é atender a uma solicitação do Ministério da Saúde no sentido de estudar melhor as manifestações clínicas da mansonelose e seu tratamento. Estudos conduzidos pelo Professor Basano (FSL) na execução de sua tese de doutoramento e por alunos PIBIC da FSL, em setembro de 2008, indicam que até 80% da população local é portadora do helminto Mansonella ozzardi, transmitida pela picada do pium (simulídeo). Pouco se sabe ainda sobre as manifestações clínicas da parasitose e a maneira mais adequada de tratamento. A idéia é selecionar 50 pacientes infectados, caracterizar aspectos clínicos da parasitose e testar a droga ivermectina (já usada no tratamento de parasitoses humanas) para medir a eficácia e a eventual ocorrência de efeitos colaterais na população.

Em paralelo ao estudo humano, o Professor Medeiros (Inpa) irá capturar piuns para a caracterização da fauna local e tentar identificar a espécie transmissora. A equipe do Professor Plessmann (Incor), por sua vez, irá caracterizar as espécies de tripanosomatídeos (parasita similar ao que causa a doença de Chagas humana) em répteis e anfíbios amazônicos. Em consonância com os demais cientistas, o Professor Labruna (USP) ampliará seus estudos na descrição da fauna de carrapatos e de doenças por eles transmitidas na Amazônia brasileira. Os 6 alunos da FSL selecionados são alunos bolsistas PROUNI ou PIBIC e têm sido capacitados ao longo de sua formação acadêmica na realização de pesquisas e atendimento médico da população. O estudo será desenvolvido durante todo o ano de 2009 e mais 20 alunos da FSL participarão das futuras visitas ao Purus, no sentido de acompanhar a população tratada com ivermectina.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/geral/medicina-da-sao-lucas-realiza-expedicao-cientifica-ao-rio-purus)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions