Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Medicina da São Lucas reúne acadêmicos em Extensão Universitária

Segunda-feira, 26 Janeiro de 2009 - 16:31 | Assessoria


O Departamento de Medicina da Faculdade São Lucas reuniu os acadêmicos do curso em atividades de extensão universitária na cidade de Monte Negro, interior rondoniense. Resultado de parceria envolvendo a Universidade de São Paulo (USP), através do Instituto de Ciências Biomédicas de Monte Negro, a Prefeitura do Município e a Faculdade São Lucas, o evento antecipa o início do ano letivo. A extensão universitária, realizada no período de 12 a 16 deste mês, envolveu ainda acadêmicos do Curso de Medicina da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Os acadêmicos conheceram o Instituto de Ciências Biomédicas da USP em Monte Negro, apresentado pelo Professor Doutor Luís Marcelo Aranha Camargo, fundador do ICB5 e coordenador do Departamento de Medicina da Faculdade São Lucas.
As atividades foram desenvolvidas em período integral, incluindo a realização de 200 consultas, 20 biópsias e procedimentos cirúrgicos simples. A maioria dos pacientes era procedente das cidades de Buritis, Campo Novo, Ariquemes, Monte Negro e Cacaulândia. A diversidade de patologias e a grande freqüência de casos com doenças infecciosas (hanseníase, tuberculose, hepatites, aids e micoses profundas) marcou o atendimento. Após as atividades da tarde os alunos reuniam-se para um balanço dos casos interessantes do dia, bem como a discussão de um caso clínico apresentado pelo Professor Doutor Luís Marcelo, com avaliação de hipóteses diagnósticas, quadro clínico, diagnóstico diferencial e tratamento. Durante as reuniões foi feito o esboço do projeto de elaboração do Guia Ambulatorial Básico de Urgências e Emergências Clínicas, sob a coordenação acadêmica dos alunos Fábio Roza (Faculdade São Lucas) e Cláudio Pilon (Unir).
A Extensão Universitária 2009 foi avaliada pelos alunos como positiva, visto que, além de contar com um diferencial para a formação do currículo e aprimorar a relação médico-paciente, puderam ver, na prática, que a medicina pode e deve ser praticada e ser altamente resolutiva, com uma formação médica generalista, mesmo sem a posse de tecnologias avançadas.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News