Rondônia, sábado, 16 de outubro de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Terça, 18 de Outubro de 2016 - 18h10

Mortes nas rodovias de Rondônia diminuem em 36% em relação ao mesmo período de 2015

Da redação


Mortes nas rodovias de Rondônia diminuem em 36% em relação ao mesmo período de 2015
Em balanço divulgado na tarde desta terça-feira (18), sobre o trânsito nas rodovias no terceiro trimestre em Rondônia, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) comparou a diminuição no índices de mortes por acidentes nas estradas de 36% em relação ao mesmo período do ano de 2015.

Se no terceiro trimestre de 2015 o número de mortos foi de 39, de julho a setembro deste ano foram registradas 25 mortes. O número de acidentes caiu de 477 para 439, e de pessoas feridas a redução foi de 436 para 421. Os dados da PRF afirmam que 95% dos acidentes ocorrem com colisão traseira, e apenas 5% de colisão frontal, porém esses são os mais fatais.

“Os acidentes de colisão frontal são os piores, onde registramos o maior índice de mortes. São 28% de mortes causadas por esse tipo de acidente. Isso é o que nos faz alertar ainda mais os motoristas para as ultrapassagens proibidas, para atenção redobrada, para o uso dos faróis nas estradas, que a Contran já recomenda mesmo antes da lei que foi suspensa. O farol baixo aceso ajuda na visibilidade dos condutores no sentido contrário, e pode evitar que o acidente aconteça”, advertiu o inspetor Alvarez Simões.

A ingestão de álcool unida à direção e a desobediência à direção estão com 9%, em segundo lugar nas causas de acidentes nas rodovias, perdendo só para os 38% de falta de atenção ao volante. Apenas no último trimestre, foram fiscalizados 80.521veículos e 106.864 pessoas. Foram realizados 17.787 testes de alcoolemia.

O inspetor Alvarez adianta que devido ainda os números de acidentes por ultrapassagens em faixa contínua, em desobediência à sinalização, e ainda os graves registros de morte por colisão frontal, a lei ficará ainda mais rígida a partir de 1º de novembro próximo.

“O aumento será de 53% a 66% no valor de todos os tipos de infrações, como falar ao celular, que vai deixar de ser infração média para gravíssima, e aumentando de R$ 85, 13 para R$ 243,97 de multa, além da perda de 7 pontos na carteira”, revela o inspetor. Quem dirigir alcoolizado ou se recusar a fazer o teste do bafômetro pagará uma multa de 2.934,70 mais a suspensão da habilitação por 12 meses. E para completar e prevenir ainda mais as ultrapassagens em faixa contínua, a multa sobe de menos de R$ 200 para R$ 1.467,35.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions