Rondoniagora.com

Rondônia, 26 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

MPF decide também intervir na Cavalgada da Expovel e diz que não há autorização legal para evento

Quinta-feira, 04 Junho de 2009 - 16:33 | MPF-RO


O Ministério Público Federal em Rondônia (MPF/RO) emitiu ontem, 3 de junho, uma recomendação para que a prefeitura da capital não permita e que a Associação dos Produtores Rurais de Porto Velho (Aspro) não utilize o Complexo da Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) para permanência ou concentração de animais, veículos e pessoas no próximo sábado, dia 6, durante a realização da 'Cavalgada Expovel 2009'.

O MPF lembra que o local também constitui parte do patrimônio público da cidade e que, na condições de bem de uso comum, merece atenção especial por parte da administração pública, cabendo à prefeitura zelar pela sua integridade, disciplinando e policiando a conduta do público ou dos usuários especiais, assegurando sua conservação e correta utilização.

A procuradora da República Nádia Simas Souza enfatiza que o Complexo da Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré tem excepcional valor cultural e integra o Patrimônio Cultural Brasileiro, estando em fase de restauração. Segundo a procuradora, “a aglomeração de pessoas, animais e veículos no local poderá trazer danos irreparáveis ao Complexo da Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré e, conseqüentemente, ao Patrimônio Cultural Brasileiro”.

O MPF lembra que o local também constitui parte do patrimônio público da cidade e que, na condições de bem de uso comum, merece atenção especial por parte da administração pública, cabendo à prefeitura zelar pela sua integridade, disciplinando e policiando a conduta do público ou dos usuários especiais, assegurando sua conservação e correta utilização.

A procuradora ressalta que a recomendação é um instrumento de atuação do MPF, que tem por finalidade a observância das leis. O descumprimento da recomendação poderá originar a adoção das medidas judiciais e extrajudiciais necessárias, além da responsabilização das pessoas físicas e jurídicas que causarem eventual prejuízo ao patrimônio cultural.

Serviço

O MPF disponibiliza canais de atendimento aos cidadãos que queiram registrar suas reclamações em assuntos da área de atuação do órgão. Os contatos podem ser feitos pelo e-mail denuncia@prro.mpf.gov.br, telefone (69) 3216-0500, em Porto Velho, e (69) 3411-2400, em Ji-Paraná.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News