Rondônia, quinta-feira, 22 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Domingo, 13 de Setembro de 2009 - 17h42

NO EMBARQUE DE CARAVANA A BRASÍLIA, PT NÃO APARECE; CASSOL DEVE DECRETAR PONTO FACULTATIVO

RONDONIAGORA


Nenhum dos três representantes do PT no Congresso, os deputados federais Eduardo Valverde, Anselmo de Jesus e a senadora Fátima Cleide estiveram em Porto Velho, no embarque do grupo de 600 servidores que acompanharão a votação da PEC da Transposição, prevista para ir ao plenário na próxima quarta-feira. Além dos petistas, também não apareceram Moreira Mendes, Natan Donadon e Ernandes Amorim. A saída dos 15 ônibus, viabilizados pelo Governo, através de uma ação do senador Expedito Júnior e do governador Ivo Cassol, com apoio de todos os deputados estaduais, aconteceu na Praça das Caixas D’Água.
 
A concentração demorou mais de três horas com a presença de todos os representantes de todos os sindicatos de servidores estaduais.
 
Antes da saída, a comissão intersindical para viabilização da PEC, comandada pelo presidente do Sinsepol Cícero Evangelista, agradeceu o empenho dos deputados federais e senadores rondonienses. Convidados a se pronunciarem, todos, com exceção do senador Valdir Raupp, elogiaram o trabalho do Governo. “Esse dinheiro não é do Governo, mas do povo rondoniense”, afirmou o senador.
 
Lindomar Garçon, primeiro a discursar, disse que seu partido, o PV fechou questão em apoio a PEC, mas disse que ainda há um grande trabalho pela frente. Para ele, todos devem centralizar as ações no líder do Governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), pois ele é quem define como será o voto dos aliados. Marinha Raupp (PMDB) discordou e afirmou que o próprio Governo Federal tem que dar o aval. Aproveitou para assegurar que o líder de seu partido, Henrique Eduardo Alves (RJ) também declinou apoio aos rondonienses.
 
O deputado federal Mauro Nazif (PSB) destacou que todos os representantes do Estado estão envolvidos na aprovação e valorizou a ação do Governo e Assembléia para levarem os servidores a Brasília.
 
O senador Raupp disse que ficou surpreendido com informações de que o PMDB e PT não estavam apoiando a emenda. Disse que não era verdade, mas que era necessário um grande trabalho de convencimento. E alertou para o fato de que se for aprovada, ainda faltará uma segunda votação e depois uma espécie de regulamentação.
 
Também presente ao evento, o presidente da Assembléia Legislativa, Neodi Carlos (PSDC) destacou o empenho do governador Cassol, do senador Expedito Júnior e dos demais deputados, explicando que o Parlamento acompanhará as votações, “torcendo e orando a Deus por essa vitória”.
 
O vice-governador João Cahulla deu destaques também ao empenho da classe política pela aprovação e disse que o Governo não mediu esforços para apoiar os servidores. “A vitória será de todos nós”.
 
O senador Expedito Júnior lembrou de momentos históricos, como por exemplo que o embarque dos servidores acontecia exatamente no dia do aniversário de criação do Território Federal de Rondônia. “Não é uma simples coincidência. Deus está olhando por todos nós”, afirmou. Expedito disse que o governador Cassol deve decretar ponto facultativo na próxima quarta para que todos os servidores estaduais acompanhem a votação na Câmara. “No Senado fizemos o que era possível e estamos mobilizando nossos aliados na Câmara para que nos apóiem nessa aprovação”, finalizou. 
 
 
 

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions