Rondônia, quarta-feira, 1 de dezembro de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quarta, 27 de Outubro de 2021 - 13h34

O Futuro do Ethereum

O Ethereum conseguirá ultrapassar o Bitcoin em popularidade e taxa de câmbio um dia?
da Redação


O Futuro do Ethereum

Tendências da Ethereum, a segunda criptomoeda mais popular

A atualização anunciada essa semana na rede Ethereum levou analistas e especialistas do mercado de cripto-ativos a fazerem uma previsão bastante otimista. Segundo eles, a Ether (ETH), criptomoeda da rede, superará o Bitcoin.

Essa previsão tem como fundamento a atualização London. O update começou a ser implementado na rede há poucas semanas e será concluído até o primeiro trimestre de 2022. A principal novidade é a alteração do sistema de recompensas.

Atualmente, a rede Ethereum utiliza do mesmo modelo que o Bitcoin, o sistema de validação baseado na prova de trabalho. Assim, a mineração deixará de ser uma atividade vantajosa e o armazenamento passará a ser a essência da moeda.

O que é Ethereum e quais são seus recursos?

Fundada em 2014 por Vitalik Buterin, a Ethereum é uma plataforma na qual é possível executar contratos inteligentes e operar aplicações usando a tecnologia blockchain. Na Ethereum o contrato é imutável e executado sem interferências, sem censura e livre de fraudes.

Assim, na rede da Ethereum as negociações são autonomizadas e contratos executados de forma imediata. Isso quer dizer que, dentro da Ethereum, a probabilidade de um acordo firmado ser cumprido é integral.

Por exemplo, na Ethereum é possível desenvolver um contrato de empréstimo entre duas pessoas, sem intermediação bancária onde as parcelas serão debitadas automaticamente. Diferente das negociações civis, na qual as partes podem se privar de cumprir um acordo, na Ethereum o que ficou acordado é cumprido.

O que determina o preço da criptomoeda

O meio de pagamento utilizado para quitar as obrigações na Ethereum é uma criptomoeda chamada ether. Com o ether, os usuários da plataforma conseguem firmar contratos e executar suas ordens de pagamentos, de maneira totalmente segura.

A determinação do valor do ether está atrelado a utilização da plataforma. Quanto mais pessoas passam a usar a Ethereum para firmar contratos inteligentes, mais valorizado se torna o ether. Por ser uma plataforma que atrai o interesse de muitas pessoas, a tendência é que o ether se valorize, ainda mais que o Bitcoin.

Ambas criptomoedas, o Bitcoin e o ether da Ethereum, são similares. Elas são unidades de valor baseadas em blockchain, são mineráveis e descentralizadas. Entretanto, enquanto o Bitcoin é um ativo que ganha valor na medida que se torna mais escasso, o ether é precificado em razão da utilidade da plataforma Ethereum.

Por se tratar de uma plataforma em constante aperfeiçoamento, o ether acaba se tornando mais valorizado. Na medida em que a Ethereum se torna um ambiente mais seguro e utilizado para formalização de contratos, a criptomoeda da rede ganha valor.

Atualização — Ethereum 2.0

Uma grande atualização foi anunciada recentemente pela empresa que faz a gestão da plataforma Ethereum. Trata-se da atualização London, um update que apresenta mudanças importantes à rede. Entre essas mudanças, destaque para as que recairão sobre os DeFi (finanças descentralizadas) e NTFs.

Estima-se que, em razão da mineração de ethers, anualmente a rede Ethereum recebe uma acréscimo de 4% da criptomoeda. Isso segue o caminho contrário do Bitcoin, por exemplo, uma moeda que se valoriza ao passo que se torna mais escassa.

Por isso, uma das bases da atualização Ethereum 2.0 é apagar da plataforma os valores que os gestores da plataforma recebem a título de pagamento. São taxas que os usuários pagam para fazer as transações na rede. Com isso, esses etheres serão removidos e sumiram da rede, o que tornará a moeda mais escassa ao longo do tempo.

Além disso, a atualização Ethereum 2.0 pretende mudar a forma como os usuários e colaboradores são recompensados. Hoje, a mineração de ether é a principal fonte de renda da plataforma. O objetivo é que, a partir do primeiro trimestre de 2022, a hospedagem se torne o carro chefe da plataforma.

Assim, quem disponibilizar supercomputadores para servirem aos propósitos da rede, serão recompensados com o cripto-ativo. É uma importante mudança de paradigma que vai revolucionar a relação entre usuários e Ethereum.

Capitalização da Ethereum e previsão para o futuro

A Ethereum possui a segunda mais popular criptomoeda do mundo, atrás apenas do Bitcoin. O ether, no mês de seu lançamento, agosto de 2015, estava avaliado em 70 centavos de dólares. Um ano depois, valia 14 dólares. Em julho de 2019, 290 dólares e atualmente, meados de 2021, a criptomoeda da Ethereum vale mais de 2.500 dólares.

Analistas e especialistas no mercado de criptoativos, o ether é uma das poucas criptomoedas capazes de superar o valor de mercado do Bitcoin, no futuro. Dado que, enquanto o Bitcoin se tornou uma reserva de valor sem utilidade comercial, o ether vem se estabelecendo como importante moeda de troca na rede Ethereum.

O sucesso do ether dependerá, portanto, do sucesso da plataforma e dos contratos inteligentes da Ethereum. Em um futuro próximo, é bem provável que os contratos sejam executados automaticamente sem a interferência de instituições financeiras. Nesse cenário, a rede Ethereum estará à frente e o ether será um importante ativo.

O que escolher — Bitcoin ou Ethereum

Apesar de se valerem do mesmo sistema de segurança, o Blockchain, e de utilizarem o modelo de recompensas de mineração, o Bitcoin e o ether, criptomoeda da Ethereum, são ativos diferentes.

Enquanto o Bitcoin se tornou uma reserva de valor que ganha mercado na medida que se torna mais escasso, o ether é uma moeda que se valoriza com a plataforma na qual a criptomoeda é utilizada, a Ethereum.

Assim, comprar Bitcoin ou a criptomoeda da Ethereum vai depender da estratégia de investimentos. O bitcoin preço é a principal atração do criptoativo. No caso do ether, o valor está embutido na utilização da plataforma.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions