Rondoniagora.com

Rondônia, 24 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

OAB prepara debate sobre a internacionalização da Amazônia

Segunda-feira, 14 Janeiro de 2008 - 18:28 | RONDONIAGORA.COM


Os debates e as ações concretas que conduzem para a legitimização do discurso de internacionalização da Amazônia será um dos temas a ser tratado pela advocacia rondoniense a partir do mês de fevereiro, quando o Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Rondônia retoma suas atividades. Para o presidente da OAB, advogado Hélio Vieira, o tema é instigante, porquanto representa uma ameaça a soberania nacional, e merece maior atenção da advocacia. “Vamos iniciar os debates sobre esse assunto buscando ouvir todos que tenha algo a se manifestar e depois submeter o resultado desse estudo ao nosso Conselho”, avalia Hélio Vieira que, ao lado da diretoria executiva, trabalha na consolidação de uma pauta de trabalho para 2008.

Vários assuntos de interesse da advocacia e da sociedade já constam da pauta da primeira sessão do conselho, que acontece dia 08 de fevereiro.

No momento, enquanto aguarda o retorno do recesso, a diretoria da OAB decidiu implementar algumas melhorias na infra-estrutura da sede. A OAB está passando por uma completa reforma, para corrigir falhas no telhado e reduzir os danos provocados pela umidade. A previsão é a de que em dez dias o trabalho esteja concluído.

Vários assuntos de interesse da advocacia e da sociedade já constam da pauta da primeira sessão do conselho, que acontece dia 08 de fevereiro.

Assuntos importantes e de interesse nacional, como a internacionalização da Amazônia e os impactos da construção do complexo hidrelétrico do Rio Madeira, são alguns dos pontos a serem discutidos e analisados pelos conselheiros. O resultado desses estudos será encaminhado, em forma de documento, ao conselho federal da OAB.

Demonstrando grande preocupação com o que ele chama de descaso do Brasil em relação à Amazônia, Hélio Vieira, adianta que é fato que, desde 1850, o governo norte-americano pensa em implantar território dos Estados Unidos na floresta que ocupa cerca de 61% do território Brasileiro.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News