Rondoniagora.com

Rondônia, 06 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Parlamentar quer implantação de ponto de atendimento médico para o assentamento Joana D’arc

Quarta-feira, 05 Março de 2008 - 17:00 | Assessoria


Parlamentar quer implantação de ponto de atendimento médico para o assentamento Joana D’arc
Em visita ao assentamento Joana D’arc I, localizado a 90 km de Porto Velho, o deputado estadual Doutor Alexandre recebeu diversas reclamações dos moradores quanto ao descaso por parte da prefeitura na questão da saúde.
Recuperação de estradas

Ainda em indicação, Doutor Alexandre solicitou ao governador, que recupere as estrada vicinais que cortam o linhão a partir da linha 03, que leva aos assentamentos Joana D’arc I, II e III. De acordo com o parlamentar as estradas estão intrasitáveis, não podendo passar nem mesmo os ônibus que fazem o transporte dos moradores do assentamento.
“Com a impossibilidade de transitar pelas vicinais, os trabalhadores fazem um longo percurso de kilômetros até as suas casas, após um cansativo dia de trabalho. Sem contar que muitas crianças estão deixando de ir para a escola, pois o transporte não passa próximo a suas casas”, ressaltou Doutor Alexandre.

Recuperação de estradas

Ainda em indicação, Doutor Alexandre solicitou ao governador, que recupere as estrada vicinais que cortam o linhão a partir da linha 03, que leva aos assentamentos Joana D’arc I, II e III. De acordo com o parlamentar as estradas estão intrasitáveis, não podendo passar nem mesmo os ônibus que fazem o transporte dos moradores do assentamento.
“Com a impossibilidade de transitar pelas vicinais, os trabalhadores fazem um longo percurso de kilômetros até as suas casas, após um cansativo dia de trabalho. Sem contar que muitas crianças estão deixando de ir para a escola, pois o transporte não passa próximo a suas casas”, ressaltou Doutor Alexandre.
O parlamentar destacou também que a péssima condição das estradas dificulta o atendimento médico emergencial, pois quando os moradores precisam de atendimento com urgência, a ambulância demora muito a chegar para prestar socorro.
“Do jeito que está não pode ficar, a situação tem colocado em risco a vida das pessoas. Não podemos deixar de suprir as necessidades básicas da população, sem estradas, sem educação e sem saúde não estamos cumprindo com nosso dever que assumimos que é representar o povo”, finalizou Doutor Alexandre.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News