Rondônia, 25 de julho de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Prefeito apresenta projeto que viabiliza Organizações Sociais na saúde da Capital

Terça-feira, 17 Abril de 2018 - 18:12 | da Redação


Prefeito apresenta projeto que viabiliza Organizações Sociais na saúde da Capital

Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (17) o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, apresentou aos vereadores o projeto do novo modelo de gestão na saúde pública do município, que poderá ser coordenada por Organizações Sociais de Saúde (OSS).

Segundo ele, 24 estados e 200 municípios no Brasil já adotaram o novo modelo na área de saúde e têm apresentado resultados positivos.

De acordo com Hildon Chaves, assim que o projeto for aprovado ele passara por estudos e audiências públicas. “Nós já temos alguns estudos preliminares da Secretaria Municipal de Saúde para começar o processo de qualificação, que é a primeira etapa e mais importante que aquele onde vamos determinar quais as organizações sociais podem ser classificadas como OSS. Temos também que passar por algumas audiências públicas que é uma oportunidade da população de Porto Velho conhecer o que está sendo proposto”, disse.

“É possível sim ter uma saúde de qualidade em nosso município e para isso nós formos buscar experiências de outros estados que já utilizam esse mecanismo de gestão que é o das Organizações Sociais de Saúde e agora estamos encaminhando o projeto para a aprovação na Câmara de Vereadores”, disse o prefeito destacando que o sistema de gestão já é utilizado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, além de capitais do Brasil.

Ainda segundo o prefeito, o sistema proposto vai gerar economia no atendimento. “Nós estamos aprofundando esses estudos, mas ele gera economia na medida em que se consegue atender muito mais pessoas e com a qualidade muito superior. Então, isso é um mecanismo extraordinário e que pode realmente mudar a história da saúde de Porto Velho e é isso que estamos buscando”, afirma.

Na prática vai funcionar como determina a legislação, o acompanhamento em tempo real dos órgãos de controle com transparência e da segurança para o gestor.

O prefeito informou que para receberem o novo sistema quando estiver pronto, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBS) passarão por reformas.

“Assim que estiver aprovado o projeto nós vamos conseguir colocar em prática com um projeto piloto no prazo de seis meses, que é onde a população vai começar a sentir as mudanças”, finalizou o prefeito dizendo que não é a transformação em toda a saúde de Porto Velho, pois para que isso aconteça irá levar mais tempo.

Antes do projeto ser votado pela Câmara haverá audiências públicas nos bairros para que a população conheça o que está sendo proposto. O prefeito acredita que em seis meses será implantado um projeto-piloto. A ideia é começar por uma UPA ou Pronto Atendimento.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também