Rondônia, 26 de Novembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Prefeitura estuda programa de alimentos para atender usinas

Terça-feira, 08 Abril de 2008 - 16:36 | Ascom


A meta do seminário “Inclusão dos produtores rurais no programa de construção das usinas”, que aconteceu em março deste ano, começa a ser vislumbrada com a reunião de agricultores nesta terça-feira (8), no auditório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).



O consórcio, formado por Furnas e Odebrecht, vai estudar a pauta de reivindicações dos agricultores filiados à Central das Associações de Produtores Rurais do Município de Porto Velho (Cenapror). Eles esperam fornecer aos canteiros de obra 70 por cento dos produtos agrícolas de origem vegetal e animal. Os produtores oferecem aves, peixes, suínos, ovinos, leite e ovos, oriundos da agricultura familiar de Porto Velho e Candeias do Jamari.

Na ocasião, Sérgio Leão, um dos diretores da Odebrecht, empresa que participa do consórcio que executará a obra, anunciou para o dia 1° de setembro a instalação do canteiro de obras da primeira usina. “O canteiro vai crescer paulatinamente, visto que o conjunto da obra vai durar sete anos. Portanto, os produtores rurais terão no mínimo seis meses para implantar um programa de alimentos com base na qualidade”, completou.

O consórcio, formado por Furnas e Odebrecht, vai estudar a pauta de reivindicações dos agricultores filiados à Central das Associações de Produtores Rurais do Município de Porto Velho (Cenapror). Eles esperam fornecer aos canteiros de obra 70 por cento dos produtos agrícolas de origem vegetal e animal. Os produtores oferecem aves, peixes, suínos, ovinos, leite e ovos, oriundos da agricultura familiar de Porto Velho e Candeias do Jamari.

Participaram da reunião produtores de Aliança, Cujubim, Viçosa, Jacy-Paraná, Mutum, Linha 13, Agroverde, Jatuarana, Chacareiros, Joana D’Arc, Apicultores, criadores de pequenos animais, ribeirinhos e agricultores dos quilômetros 32, 45 e 47.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também