Rondônia, 03 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Presidente do Sintero participa da Conferência Nacional de Educação

Segunda-feira, 14 Abril de 2008 - 12:40 | Sintero


A presidente do Sintero, Claudir Mata, representa os trabalhadores em educação de Rondônia na Conferência Nacional de Educação, que acontece em Brasília de hoje até sexta-feira, cujo tema central é a construção de um sistema nacional articulado de educação.


O primeiro tema trata da articulação das três áreas de governo — federal, estadual e municipal — em torno da educação, com discussões sobre igualdade de condições para o acesso e permanência na escola. O segundo, trata da democratização da gestão e da qualidade social da educação, com questões como a participação de estudantes, funcionários, pais e professores na gestão das escolas.
O terceiro tema aborta a construção do regime de colaboração entre os sistemas de ensino, tendo o financiamento como instrumento. O Fundo da Educação Básica (Fundeb) foi utilizado como exemplo de como isso pode ocorrer. Para a secretária Maria das Graças, esse é o tema mais preocupante a ser discutido. “Espero que a conferência discuta a autonomia financeira e a distribuição igualitária dos recursos da União porque desigualdade gera desigualdade”, argumenta.
O quarto e o quinto temas tratam da inclusão e da formação e valorização dos professores, respectivamente.
Pauta — Os cinco temas a serem levantados durante a semana de discussões são os desafios da construção de um sistema nacional articulado de educação; a democratização da gestão e a qualidade social da educação; a construção de um regime de colaboração entre os sistemas de ensino; a inclusão e a diversidade na educação básica e a formação e a valorização profissional.
O primeiro tema trata da articulação das três áreas de governo — federal, estadual e municipal — em torno da educação, com discussões sobre igualdade de condições para o acesso e permanência na escola. O segundo, trata da democratização da gestão e da qualidade social da educação, com questões como a participação de estudantes, funcionários, pais e professores na gestão das escolas.
O terceiro tema aborta a construção do regime de colaboração entre os sistemas de ensino, tendo o financiamento como instrumento. O Fundo da Educação Básica (Fundeb) foi utilizado como exemplo de como isso pode ocorrer. Para a secretária Maria das Graças, esse é o tema mais preocupante a ser discutido. “Espero que a conferência discuta a autonomia financeira e a distribuição igualitária dos recursos da União porque desigualdade gera desigualdade”, argumenta.
O quarto e o quinto temas tratam da inclusão e da formação e valorização dos professores, respectivamente.
A presidente do SINTERO, Claudir Mata, disse que esta é uma oportunidade muito importante para se discutir democraticamente o ensino público. “Infelizmente em Rondônia, no âmbito estadual, não são criadas oportunidades como esta para que a educação seja discutida com os trabalhadores em educação, com os pais e com a sociedade. O governo do Estado não permite que o assunto seja tratado como política de estado, preferindo a política da truculência”.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também