Rondônia, 26 de Novembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Preso em Rondônia, filho de Conselheiro do Tribunal de Contas do ES está entre os envolvidos na Operação Titanic

Terça-feira, 08 Abril de 2008 - 19:58 | Rede Gazeta (ES)


Um dos presos durante a Operação Titanic, Rogério Moreira, é filho do Conselheiro do Tribunal de Contas do Espírito Santo, Mário Alves Moreira. Fontes do Tribunal de Contas confirmaram o parentesco, mas um dos delegados da Polícia Federal que respondem pelo caso, Honazi de Paula Farias, não quis falar sobre o assunto. Durante a tarde desta terça-feira (8) o Conselheiro esteve na sede da Polícia Federal, onde o filho prestava depoimento.



Nesta terça, outras oito pessoas foram ouvidas: Eduardo Sayegh, Jorge de Oliveira e Orozimbo Antonio de Freitas, que foram presos em São Paulo, e ainda Edcarlos Tiburcio, Ronaldo Benevídio dos Santos, Alessandro Cassol Zabot, sobrinho do governador de Rondônia, Mario Calixto Filho, ex-suplente de senador, e Ivo Júnior Cassol, filho do governador de Rondônia. O processo corre em segredo de Justiça.

O Conselheiro Mário Alves Moreira não foi encontrado para falar sobre o assunto. De acordo com a assessoria do Tribunal de Contas, Mário Moreira compareceu à sessão na tarde desta terça-feira (8), no entanto saiu apenas uma hora após o início dos trabalhos, afirmando ter que cuidar de assuntos pessoais.

Nesta terça, outras oito pessoas foram ouvidas: Eduardo Sayegh, Jorge de Oliveira e Orozimbo Antonio de Freitas, que foram presos em São Paulo, e ainda Edcarlos Tiburcio, Ronaldo Benevídio dos Santos, Alessandro Cassol Zabot, sobrinho do governador de Rondônia, Mario Calixto Filho, ex-suplente de senador, e Ivo Júnior Cassol, filho do governador de Rondônia. O processo corre em segredo de Justiça.

Ao todo foram detidas 21 pessoas, sendo que 20 delas tiveram a prisão temporária decretada. Segundo o delegado Honazi de Paula Farias, uma pessoa teve a prisão preventiva decretada, mas o nome não será revelado para não influenciar o andamento do inquérito. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também