Rondoniagora.com

Rondônia, 28 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Professores e acadêmicos da Uniron publicaram artigo

Quinta-feira, 02 Dezembro de 2021 - 17:14 | da Assessoria


Professores e acadêmicos da Uniron publicaram artigo

No último mês de outubro, os professores do curso de Fisioterapia da Uniron Geiferson Santos do Nascimento e Isabela Naiara de Almeida, que na época atuava na Instituição, em conjunto com as acadêmicas Adelaide Silva e Elisama Oliveira Duarte, publicaram o artigo “Inserção do fisioterapeuta na atenção básica de Porto Velho sob a percepção dos usuários”, na Revista Eletrônica Saúde Coletiva.

A obra científica apresenta dados da inserção do fisioterapeuta no Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, através das unidades básicas de saúde, na cidade de Porto Velho/RO, sob a ótica e percepção dos usuários. Foi utilizado o método quantitativo e de caráter transversal, com amostra composta por 497 participantes em unidades que detinham profissionais Fisioterapeutas e outras sem o respectivo serviço.

Este artigo é consequência de um estudo aprofundado, que iniciou em 2014, pelos docentes citados no parágrafo inicial, cuja intenção era entender o papel dos profissionais da Fisioterapia dentro do NASF. Em cada um dos anos anteriores, foram publicados materiais que versam sobre essa temática, incluindo diversos discentes, conforme pode ser visto a seguir: link, link.

Cabe ressaltar que em 28 de outubro do corrente ano, foi promulgado pelo Presidente da República a Lei 14731/21, que regulamenta a presença de fisioterapeutas na Estratégia de Saúde da Família.

Para Geiferson, que é um dos idealizadores do projeto, “a pesquisa surgiu para analisar se a nossa cidade estava adequada às políticas nacionais de saúde coletiva no tocante a fisioterapia, bem como saber a atuação dos Fisioterapeutas nessa área, visto que a atuação nessa área é recente”.

Ainda, de acordo com Santos, após as pesquisas, buscaram compilar os dados para que os mesmos pudessem servir como parâmetros para a elaboração de políticas públicas para o setor.

Isabela afirma que “fazer parte deste projeto trouxe uma soma de experiências e vivências do campo prático da atuação fisioterapêutica na atenção primária, fortalecendo o SUS e lapidando o trabalho das equipes de saúde da família. Conforme os estudos iam avançando e novos dados davam origem a novos estudos, percebemos como existem fronteiras a serem atravessadas pela profissão e como esse campo de atuação pode trazer consigo benefícios inimagináveis para sociedade”.

Naiara acredita que com a sanção presencial inserindo o Fisioterapeuta na Estratégia de Saúde da Família, espera-se uma equipe capaz de entender os anseios populacionais e fortalecer a prevenção e educação em saúde no Brasil.

Para ela, o caminho ainda é longo até uma solidificação de atuação nesta área, mas o trabalho inicial já está sendo realizado, ampliando as discussões do tema, abordagem nas Instituições de Ensino e preparando os futuros fisioterapeutas para uma atuação prevencionista, desmistificando o foco deste profissional e sua função apenas reabilitadora.

Conforme Elisama, “a atuação do Fisioterapeuta dentro do Sistema Único de Saúde - SUS não é algo de grande difusão e conhecimento dos acadêmicos e profissionais, assim como a sociedade desconhece essa nobre atuação com grande potencial de mudanças para os próximos anos, demonstrando a necessidade deste profissional a nível de atenção básica”.

Quando surgiu a possibilidade de trabalhar o tema "Fisioterapia na Atenção Básica", fomos na busca de trazer dados relevantes para nossa região, contribuindo com as políticas públicas locais e possibilitando a abertura de novas vagas e campo de atuação”, relata Adelaide.

A Revista Saúde Coletiva, atualmente publicada pela editora MPM Comunicação Ltda., é uma publicação trimestral destinada a divulgação de assuntos na área de Saúde Coletiva. Tem como objetivo colaborar com o desenvolvimento técnico-científico dos profissionais da área.

Quer saber mais sobre o artigo? Acesse o link.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News