Rondoniagora.com

Rondônia, 26 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

RONDÔNIA FICA COM BAIXO PERCENTUAL DE MORADIAS ANUNCIADAS PELO GOVERNO FEDERAL

Quarta-feira, 25 Março de 2009 - 13:45 | RONDONIAGORA.COM


Com grande déficit habitacional, em torno de 72 mil residências, o Estado de Rondônia terá apenas 0,8% de subsídios federais para a construção de casas próprias. O plano foi anunciado nesta quarta-feira pelo presidente Lula e a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Do percentual de 10,3% destinados a Região Norte, a metade dos investimentos fica com o Estado do Pará, seguido por Amazonas e Tocantins. O Acre ficará com 0,4%. Os números exatos são: A região norte terá acesso a 10% do montante, que será distribuído da seguinte forma: Rondônia(8.495)moradias,Acre(3.939),Amapá(4.589),Roraima(2.793),Tocantins(10.297) e Pará (50.667). São Paulo será responsável pela construção de 184 mil moradias.

O programa “Minha Casa, Minha Vida” pretende construir um milhão de moradias nos próximos anos no país para reduzir o déficit habitacional das famílias que têm renda até dez salários mínimos. Pela proposta apresentada pela ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, os estados das regiões Sudeste e Nordeste devem receber o maior volume de subsídios federais para construção de moradias.
A ministra apresentou uma proposta preliminar de distribuição de moradias por estado. Essa proposta pode ser alterada de acordo com a disponibilidade de terrenos doados pelos governadores.

Matéria corrigida às 17h40min com novos dados atualizados
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News