Rondônia, domingo, 9 de maio de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Segunda, 03 de Maio de 2021 - 16h51

Rondônia recebe mais 50 mil doses de vacinas para imunizar pessoas com comorbidades

da Redação


Rondônia recebe mais 50 mil doses de vacinas para imunizar pessoas com comorbidades

Na tarde desta segunda-feira (3), Rondônia recebeu 50.010 doses de vacinas da Pfizer e AstraZeneca contra a Covid-19, enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), que serão usadas para aplicação da primeira dose.

O primeiro lote da vacina Pfizer com 3.510 doses contra a Covid-19, será destinada somente para Porto Velho. O estado recebeu ainda, 46.500 doses da vacina AstraZeneca.

A diretora geral da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Ana Flora Camargo Gerhardt, disse que é uma determinação do Ministério da Saúde que as doses sejam aplicadas em moradores das capitais.

A Pfizer requer refrigeração diferenciada para o seu armazenamento, principalmente se for reservada por longo período. Para que sua validade aumente para seis meses, por exemplo, os imunizantes precisam ser armazenados em temperaturas que variam entre -80ºC e -60ºC.

Como em Porto Velho as vacinas serão aplicadas no período inferior a 14 dias, os imunizantes podem ser armazenados à temperatura de -25ºC a -15ºC, ou seja, dentro das características atendidas pela Rede de Frio instalada na capital de Rondônia.

Pela dificuldade de armazenamento, o interior não irá receber doses da Pfizer inicialmente. Somente a capital tem condições de armazenar as vacinas atualmente. “O MS já está providenciando, para todos os estados, freezers que mantém a temperatura necessária para o armazenamento do imunizante, para que o interior também possa receber as vacinas”, explicou o gerente de imunização da Agevisa, Ivo Barbosa.

Segundo a Sesau, a vacina Pfizer recomenda um intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda dose, ou seja, um período de três meses.

Sobre as pessoas que tomaram a primeira dose da CoronaVac, e que ainda não foram imunizados com a segunda dose, por causa da falta do imunizante no estado, o gerente de imunização garantiu que a vacina não perde a eficácia no organismo de quem está esperando para tomar a segunda dose. “O MS nos informou que essas vacinas devem chegar entre quinta-feira (6) e sexta-feira (7)”, disse.

Os grupos prioritários que irão receber a primeira dose da vacina Pfizer são compostos por: pessoas com síndrome de down (18 a 59 anos); Pessoas com doença renal em terapia de substituição – diálise – (18 a 59 anos); gestantes e puérperas (mães com bebês de até 45 dias) com comorbidades (18 a 59 anos); pessoas com comorbidades (55 a 59 anos).

As doses da vacina da AstraZeneca vão ser disponibilizadas para a aplicação da primeira dose em idosos de 60 a 64 anos e pessoas com comorbidades.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions