Rondoniagora.com

Rondônia, 01 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Senai e Votorantim iniciam capacitação técnica de profissionais no Estado

Sexta-feira, 14 Novembro de 2008 - 12:42 | Assessoria


O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Instituto Votorantim realizaram quarta-feira, 12, a aula inaugural do ‘Programa Evoluir’. A Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) assinou termo de cooperação técnica com a Votorantim no qual o Senai é responsável por qualificar os profissionais. Nesta etapa serão treinados 40 profissionais em curso técnico de eletromecânica. A Votorantim Cimentos, integrante do Grupo Votorantim, irá instalar fábrica em Porto Velho e o Senai também está qualificando paralelamente 220 profissionais para a sua construção.

O evento também contou com a presença do gerente de projetos da unidade de Porto Velho da Votorantim Cimentos, Eduardo da Silva Bandeira, da consultora de responsabilidade social do Instituto Votorantim, Elisa Bettoni, e do profissional da área de desenvolvimento humano organizacional, Marcelo Silva Rocha.

Durante a aula inaugural o diretor regional do Senai, Vivaldo Matos, destacou o sucesso da Votorantim em Rondônia e disse acreditar que o diferencial do Senai é utilizar a força das pessoas da redondeza. “Este é mais do que um projeto de qualificação, é uma forma de oportunizar melhoria de emprego e qualidade de vida às pessoas”, enfatizou Vivaldo.

O evento também contou com a presença do gerente de projetos da unidade de Porto Velho da Votorantim Cimentos, Eduardo da Silva Bandeira, da consultora de responsabilidade social do Instituto Votorantim, Elisa Bettoni, e do profissional da área de desenvolvimento humano organizacional, Marcelo Silva Rocha.

Investimento

O Grupo Votorantim, um dos maiores conglomerados da América Latina, investe atualmente cerca de R$120 milhões e tem produção de 600 milhões de toneladas por ano.

O cimento que será produzido em Rondônia vai abastecer também os estados do Acre e Amazonas. Serão investidos R$180 milhões na unidade Porto Velho, que terá capacidade de produzir 750 mil toneladas anuais de cimento pozolânico. A estimativa da empresa é gerar 750 empregos ao longo da construção da fábrica e mais 250 quando estiver em plena operação.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News