Rondoniagora.com

Rondônia, 28 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

SINDSEF: DIRETORIA BUSCA PLANO DE SAÚDE PARA SERVIDORES FEDERAIS

Segunda-feira, 22 Dezembro de 2008 - 12:35 | Assessoria


O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Rondônia (SINDSEF), Herclus Coelho, juntamente com o Diretor-financeiro, Daniel Pereira, estiveram reunidos com os representantes do plano de saúde da Fundação de Seguridade Social (GEAP), Edney Costa Souza, Assistente Técnico e Sônia Werneck de Araújo, Gerente Regional pela manhã (17), discutindo a viabilização da assinatura do convênio do plano de saúde que beneficiará toda a categoria de servidores públicos.

Segundo o assessor técnico, a GEAP não faz nenhum tipo de restrição ao filiado em caso de doenças, incluindo os transplantes e as cirurgias mais complicadas. A GEAP é administrada por um Conselho Deliberativo composto por representantes dos patrocinadores e dos servidores, onde todos participam das decisões.

Eles ainda oferecem o plano GEAP referência, no valor de R$ 54 reais, sem atendimento odontológico e com acomodação em enfermaria. Daniel Pereira, dirigente sindical disse que essa questão de enfermaria em particular não tem muita importância em Rondônia, pelo fato de que os hospitais, em maioria, acomodam os pacientes em apartamentos por não possuírem muitas enfermarias, o que acabaria barateando o custo da mensalidade, caso o filiado opte por esse plano. Além do Hospital das Clínicas, 9 de Julho, ProntoCor e Panamericano, o convênio está ampliando o seu atendimento na rede hospitalar.

Segundo o assessor técnico, a GEAP não faz nenhum tipo de restrição ao filiado em caso de doenças, incluindo os transplantes e as cirurgias mais complicadas. A GEAP é administrada por um Conselho Deliberativo composto por representantes dos patrocinadores e dos servidores, onde todos participam das decisões.

Dentro de sua operacionalidade os gestores desenvolvem vários programas voltados à profilaxia médica de seus filiados, com palestras e acompanhamentos caso a caso dos pacientes que são eventualmente detectados como portadores de alguma doença. Para tanto, eles mantém uma equipe médica para desenvolver esse trabalho, sendo denominado de médico-vinculador, que identifica essa questão de saúde e encaminha para uma solução mais rápida e eficiente.

O presidente do SINDSEF, Herclus Coelho, disse que esse plano é muito importante para a saúde física e financeira dos seus filiados, tendo em vista o baixo custo da mensalidade e o atendimento ser mais abrangente. Para tanto, já na segunda-feira estará se reunindo com sua diretoria executiva, discutindo uma forma de gestão junto ao Ministério da Fazenda e à bancada federal para a implantação desse plano na forma de convênio, baseado na Portaria 2.959 de 29 de outubro de 2008.

Esse ato administrativo regulamenta e delega competência para a realização desse convênio. Através dessa portaria são autorizados os convênios com operadores de plano de saúde na modalidade de auto-gestão.

Herclus finalizou a reunião com uma avaliação positiva, porque entende que os servidores federais sempre enfrentaram algum tipo de dificuldade junto a operadoras. Afinal, disse ele, os servidores do ex-território já passam dos 40 anos. Para ele, é prioridade número a proteção da saúde de seus filiados. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News