Rondônia, 22 de junho de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Telecentro abre mercado internacional para pequenos empresários

Terça-feira, 26 Agosto de 2008 - 11:16 | Ana Aranda


Inaugurado em 2003, o Centro de Negócios Avançados do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (SIMPI) de Rondônia está abrindo as portas do mercado internacional para associados da entidade. Instalado na sede do sindicato, em Porto Velho, o Centro está aberto para mais de mil micros e pequenos empresários associados à entidade, que entram em contato com agentes de venda da Central de Vendas Amazon Bussines, mantida pelo SIMPI, que atuam na China, Estados Unidos, Canadá, França, Holanda , Alemanha, Austrália, Portugal, Bélgica, Inglaterra, Itália.



A iniciativa já rendeu bons negócios, com a venda de portas, janelas, casas pré-fabricadas, artesanatos, madeira beneficiada, móveis finos e rústicos, para mercados de primeiro mundo, como o francês, alemão, inglês e o italiano.

Mais do que isto, o Centro de Negócios Avançados está difundindo as oportunidades oferecidas pela Internet para a comercialização de produtos da Amazônia e criando uma cultura de exportação, atendendo a uma tendência mundial. “São os nossos empresários incluídos na aldeia global”, comemora Sobral. “Um resultado imensurável para os recursos investidos para implantação do centro – R$ 30 mil, provenientes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sebrae Nacional, SIMPI e Sebrae Regional”, segundo Sobral.

A iniciativa já rendeu bons negócios, com a venda de portas, janelas, casas pré-fabricadas, artesanatos, madeira beneficiada, móveis finos e rústicos, para mercados de primeiro mundo, como o francês, alemão, inglês e o italiano.

Inclusão digital

O Centro de Negócios Avançados do SIMPI também é uma porta aberta para a inclusão digital de adolescentes carentes. Desde a sua inauguração, já passaram por treinamento mais de 11 000 jovens, que participaram de cursos profissionalizantes, aprendendo a digitar, construir sites visando o mercado virtual, desenhos técnicos em construção civil e móveis, cursos para atender a demanda de vagas das micro e pequenas empresas. O trabalho é feito por monitores contratados pelo SIMPI, sob a supervisão de uma analista de sistemas e desenvolvimento de aplicações web.

Por lá já passaram jovens das entidades enviados pela Prefeitura do Município de Porto Velho, Movimento Camponês Corumbiara (MCC), Centro Social Madre Mazzarelo, Centro do Menor, Federação de Mulheres, Associação do São Sebastião I, Sindicato dos Camelôs de Porto Velho, Associação dos Camelôs de Porto Velho e Candeias, Associação dos Funcionários do Hospital Cosme e Damião, Cooperativa dos produtores Rurais da Amazônia (Cooprazon).

Leonardo Sobral explica que o sucesso alcançado pelo Centro de Negócios Avançados deve-se à utilização, tanto de equipamentos, como da mão de obra treinada, pelos pequenos empresários.

Visita ilustre

No dia 18 de agosto, o Centro de Negócios Avançados recebeu a visita do diretor de Articulação Tecnológica do Ministério de Desenvolvimento da Indústria e Comércio, José Rincon Ferreira, que esteve em Rondônia para divulgar o Prêmio Samuel Benchimol. Rincón teve a oportunidade de conversar com o representante da Amazon Bussines nos Estados Unidos e se mostrou encantado com o que viu no Simpi. A idéia de transformar o telecentro em uma central de negócios ampliou o seu papel de alfabetização digital. Ele enfatizou a capacidade do Simpi de manter um telecentro, o que não é fácil, porque exige investimentos na infra-estrutura e também para o pagamento de monitores.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também