Rondônia, segunda-feira, 26 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Segunda, 21 de Setembro de 2020 - 10h37

Teste confirma que policial penal de Rondônia foi reinfectado pelo Coronavírus

da Redação


Teste confirma que policial penal de Rondônia foi reinfectado pelo Coronavírus

Um policial penal de Porto Velho testou positivo em maio deste ano, e nesse mês de setembro voltou a apresentar sintomas. Em novo exame, ele testou positivo para o Coronavírus, de acordo com informações divulgadas pelo Singeperon, sindicato que defende a categoria.

O servidor de 42 anos trabalha no presídio Edvan Mariano Rosendo – o Urso Panda. Após apresentar sintomas, ele foi encaminhado no dia 21 de abril para fazer o teste que estava sendo disponibilizado numa outra unidade prisional, no Urso Branco. Conforme o laudo, a confirmação para Covid-19 veio no dia 16 de maio.

Afastado do trabalho, o policial penal seguiu fazendo o tratamento em casa, se recuperou, retornou ao posto de trabalho e entrou na lista dos servidores penitenciários curados, que já totalizam 351, conforme o Boletim Oficial sobre casos de Covid-19 no Sistema Prisional de Rondônia, divulgado na sexta-feira (18) pela Secretaria de Estado de Justiça (Sejus).

Já no início deste mês de setembro, o servidor voltou a apresentar sintomas relacionados ao Coronavírus. No dia 8 ele fez exame na UPA da zona Sul, quando foi feita coleta de secreção nasofaríngea. Dois dias depois, em 10 de setembro, veio o resultado do teste confirmando novamente infecção por Covid-19.

Confirmações de reinfecção

A Universidade de São Paulo (USP) confirmou o que seria o primeiro caso de reinfecção pelo Coronavírus no Brasil. A paciente é uma técnica de enfermagem de Ribeirão Preto, que foi diagnosticada com a doença pela primeira vez em 13 de maio. Após se recuperar, ela voltou a apresentar os sintomas e, em 2 de julho, passou por novo teste, cujo resultado deu novamente positivo.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconhece a possibilidade de reincidência da Covid-19, conforme divulgado, após um grupo de pesquisadores em Hong Kong, na China, relatar o caso confirmado de reinfecção de um paciente que voltou a ser diagnosticado com coronavírus 4 meses após o primeiro episódio. O relato pode ser um indício de que a imunidade do organismo contra o vírus seja temporária, de cerca de alguns meses, pelo menos para alguns casos. No caso do policial penal de Rondônia, a recorrência também aconteceu 4 meses depois.

Resposta do Estado

O Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia (Singeperon) manifestou preocupação com a recorrência, e cobrou uma resposta do Estado. “Os órgãos governamentais vêm dando ênfase ao quantitativo de curados, sem ainda se manifestar sobre essa possibilidade de reinfecção. Isso é muito preocupante, pois se não acontecer um alerta nesse sentido, a tendência é um relaxamento por parte de quem já teve a Covid, pensando que está livre do risco de voltar a testar positivo”, declarou a presidente da entidade Daihane Gomes.

O Singeperon entende que o caso do policial penal merece uma atenção, uma investigação, por se tratar de um fato: um servidor que foi curado da Covid-19 e que agora tem reinfecção confirmada em exame. O governo de Rondônia ainda não se manifestou sobre o episódio envolvendo o policial penal.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions