Rondoniagora.com

Rondônia, 01 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

TONELADAS DE PEIXE MORTOS: CONSÓRCIO DIZ QUE OPERAÇÃO FOI UM SUCESSO

Quarta-feira, 24 Dezembro de 2008 - 12:24 | RONDONIAGORA e Assessoria


O consórcio Madeira Energia, liderado por Furnas e Odebrecht encaminhou nota a imprensa nesta quarta-feira anunciando que aguarda o pronunciamento oficial do IBAMA para decidir as providências que serão tomadas no caso da morte de toneladas de peixe no início do mês. O consórcio considera que a operação foi um sucesso, uma vez que a taxa de sobrevivência atinge 92,5%. CONFIRA A NOTA:

Cabe registrar que para outras 5 toneladas, resgatadas com vida, após avaliação por parte desta equipe técnica, foi tomada a decisão, de caráter preventivo e acautelatório, de não devolvê-las ao rio Madeira, dada sua condição de fragilidade. Seguindo orientação do IBAMA/RO, estas 5 toneladas foram colocadas em câmaras frias e doadas ao Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. A Secretaria foi a responsável pelo envio dos peixes às entidades filantrópicas.

As equipes técnica e jurídica da Madeira Energia S/A – MESA estão avaliando a autuação lavrada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), mantendo-se no aguardo da apresentação, por parte daquele Instituto, do respectivo Parecer Técnico. Depois de 17 dias de trabalho de resgate na ensecadeira 1, entre a margem direita do Rio Madeira e a Ilha do Presídio, a MESA informa que cerca de 85 toneladas de peixes foram resgatadas com vida e devolvidas ao rio. A perda registrada foi de 6 toneladas. A operação, portanto, foi realizada com sucesso, atingindo 92,5% de taxa de sobrevivência. Esse trabalho teve autorização do IBAMA e foi executado por uma equipe técnica da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) contratada pela MESA, além de um conjunto de profissionais ligados à pesca.

Cabe registrar que para outras 5 toneladas, resgatadas com vida, após avaliação por parte desta equipe técnica, foi tomada a decisão, de caráter preventivo e acautelatório, de não devolvê-las ao rio Madeira, dada sua condição de fragilidade. Seguindo orientação do IBAMA/RO, estas 5 toneladas foram colocadas em câmaras frias e doadas ao Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. A Secretaria foi a responsável pelo envio dos peixes às entidades filantrópicas.

Mais informações:
Madeira Energia S/A – Assessoria de Relações Institucionais
José Carlos Sá

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News