Rondônia, 06 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Nacional

Em preparação aos Jogos Paralímpicos, brasileiros competem no Circuito Caixa

Sexta-feira, 15 Julho de 2016 - 16:59 | Da Redacao


Começa nesta sexta-feira (15), em São Paulo, o Circuito Loterias Caixa de atletismo, natação e halterofilismo. A competição nacional é a última das três modalidades antes dos Jogos Paralímpicos do Rio 2016 e terá grande importância para os atletas na reta final de preparação para o mais importante compromisso do ano. Ao todo, 636 competidores participam desta etapa do Circuito, que se estende até o domingo (17), com provas no novíssimo Centro de Treinamento Paralímpico.

Nesta sexta, o evento será aberto com provas de halterofilismo. Entre os inscritos estão os quatro levantadores de peso brasileiros classificados para os jogos: Bruno Carra, Evânio Rodrigues, Márcia Menezes e Terezinha Mulato.

Para Bruno Carra, a etapa será mais um momento decisivo na preparação para o Rio 2016. "Vamos usar a performance como um marcador. A gente tem que deixar o desempenho com quase zero de erro para entrar nos dias restantes de forma positiva. A meta aqui será bater recorde brasileiro para chegar aos Jogos confiante e lutar pela medalha", analisou o atleta.

A opinião é dividida com Márcia Menezes. Responsável pela primeira medalha entre adultos em mundiais da modalidade, Márcia espera boas marcas no Circuito para embalar de vez para o maior evento paradesportivo do ano. "Eu quero brigar por medalha no Rio e para isso preciso ir bem aqui. Há alguns meses, fiz minha melhor marca na Malásia, mas o movimento não valeu. Quero repetir aqui os 119kg, mas desta vez com as bandeiras brancas [validação do levantamento]", contou Márcia.

As competições de atletismo e natação, por sua vez, terão caráter decisivo. As duas modalidades têm no evento deste fim de semana a última chance de os atletas obterem marcas que os classifiquem para a disputa dos Jogos Rio 2016.

Na natação, o Brasil será representado por 32 atletas, sendo 19 homens e 13 mulheres. A alocação das vagas foi feita pelo Comitê Paralímpico Internacional. O Rio 2016 marcará a primeira vez que o CPB levará uma equipe deste tamanho na modalidade. Antes, o número máximo de nadadores que o Brasil havia levado aos Jogos era de 24, em Pequim 2008.

A equipe de atletismo será ainda maior. Foram alocadas 61 vagas para brasileiros, sendo 37 homens e 24 mulheres. Responsável por 18 medalhas (sete ouros, oito pratas e três bronzes) nos Jogos de Londres 2012, a delegação será também fechada após o evento que ocorrerá na pista do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também