Rondoniagora.com

Rondônia, 01 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Nacional

Governo recomenda a Furnas não recorrer de leilão da Jirau

Segunda-feira, 02 Junho de 2008 - 17:16 | Agencia Estado


RIO - O presidente da Eletrobrás, José Antonio Muniz, disse nesta segunda-feira, que recomendou a Furnas (subsidiária da Eletrobrás) que não recorra à Justiça do resultado do leilão da usina de Jirau, no qual a subsidiária da estatal foi derrotada por consórcio formado por Suez e Chesf (também do grupo Eletrobrás).

"Recomendei que Furnas desista de ir à Justiça", afirmou Muniz, após participar do lançamento de estudo sobre mudanças climáticas na Coppe-UFRJ.

Alguns dias após o resultado do leilão, o presidente de Furnas, Luiz Paulo Conde, deu entrevista à imprensa dizendo que poderia contestar na Justiça a mudança do local da barragem da proposta vencedora, que prevê a usina nove quilômetros rio abaixo com relação ao projeto original.

"Recomendei que Furnas desista de ir à Justiça", afirmou Muniz, após participar do lançamento de estudo sobre mudanças climáticas na Coppe-UFRJ.

Presente ao mesmo evento, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Jerson Kelmann, afirmou que aguarda o projeto básico da proposta vencedora para avaliar os impactos da mudança no empreendimento. Segundo Kelmann, a Aneel, por enquanto, só tem em mãos o projeto conceitual.

Muniz afirmou ainda que não haverá mais competição entre empresas do grupo Eletrobrás para projetos de geração de energia. "Nos próximos leilões, o grupo definirá qual empresa (subsidiária) participará", disse. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News