Rondônia, quinta-feira, 2 de dezembro de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Nacional

Publicado em Terça, 09 de Novembro de 2021 - 11h34

Homens estão mais propensos ao câncer de boca

da Assessoria


Homens estão mais propensos ao câncer de boca

“O consumo de bebidas alcoólicas e o do tabaco aumenta substancialmente os riscos dos tumores cancerígenos da boca”, alerta o médico oncologista Ramon Andrade de Mello, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp, da Uninove e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal).

O especialista explica que os homens brancos, na faixa etária entre 50 e 70 anos, estão entre aqueles que mais apresentam esse tipo de câncer. O câncer pode surgir nos lábios, nas estruturas da boca como gengivas, bochechas, céu da boca e, principalmente, nas bordas e na região em baixo da língua. “A doença pode se manifestar por lesões na boca ou nos lábios, e demoram mais de 15 dias para cicatrizar. Em muitos casos, são acompanhadas de sangramento. As manchas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengiva, céu da boca ou bochechas também devem ser analisadas por um médico”, orienta Ramon de Mello.

O pesquisador da Unifesp esclarece que, dependendo da fase do tumor, o paciente pode apresentar nódulos no pescoço, dificuldade de mastigar, engolir e até falar. “Em alguns casos, a pessoa pode não conseguir movimentar a língua como fazia anteriormente e apresentar a sensação de algo incômodo na garganta. Independentemente do quadro apresentado, é importante procurar um médico para um melhor diagnóstico”, recomenda o oncologista.

“Assim como qualquer outro tumor cancerígeno, o diagnóstico precoce é essencial para alcançar um resultado positivo do tratamento. A prevenção inclui ainda o uso de protetor solar para os lábios e sexo oral protegido para evitar infecção pelo vírus HPV, que está relacionado a alguns casos de câncer de orofaringe.

Sobre Ramon Andrade de Mello

Oncologista clínico e professor adjunto de Oncologia Clínica da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Ramon Andrade de Mello tem pós-doutorado em Pesquisa Clínica no Royal Marsden NHS Foundation Trust (Inglaterra) e doutorado (PhD) em Oncologia Molecular pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (Portugal).

O médico tem título de especialista em Oncologia Clínica, Ministério da Saúde de Portugal e Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO). Além disso, Ramon tem título de Fellow of the American College of Physician (EUA) e é Coordenador Nacional de Oncologia Clínica da Sociedade Brasileira de Cancerologia, membro da Royal Society of Medicine, London, UK, do Comitê Educacional de Tumores Gastrointestinal (ESMO GI Faculty) da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (European Society for Medical Oncology – ESMO), Membro do Conselho Consultivo (Advisory Board Member) da Escola Europeia de Oncologia (European School of Oncology – ESO) e ex-membro do Comitê Educacional de Tumores do Gastrointestinal Alto (mandato 2016-2019) da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (American Society of Clinical Oncology – ASCO).

Dr. Ramon de Mello é oncologista do Hospital 9 de Julho e da High Clinic Brazil, em São Paulo, SP.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions