Rondoniagora.com

Rondônia, 25 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Caminhoneiro é preso com mais de 300 quilos de cocaína em Ariquemes

Sexta-feira, 24 Março de 2017 - 08:41 | da Redação


Caminhoneiro é preso com mais de 300 quilos de cocaína em Ariquemes

Mais de 300 quilos de cocaína foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na região de Ariquemes, na noite de quinta-feira (24), durante uma fiscalização de rotina aos veículos que passavam pelo posto fiscal. A droga estava escondida em um fundo falso dentro do semirreboque de uma carreta bitrem que seguia sentido Vilhena. A cocaína estava dividida em 307 tabletes grandes. Um caminhoneiro de 38 anos, L.E.A., foi preso.

Conforme a PRF, foi dada ordem de parada ao condutor do veículo e durante a checagem e fiscalização de documentação, o motorista apresentou muito nervosismo, o que chamou a atenção dos policiais. Ao fazer vistoria na carreta, não demorou muito e os policiais encontraram uma grande quantidade de substância entorpecente, aparentando ser cocaína.

O motorista contou para a polícia que não sabia que a cocaína estava na carreta e que a mesma teria sido carregada em Porto Velho e teria como destino final a cidade de São Paulo. Ele garantiu ainda que teria acompanhado o carregamento e que alguém já o estaria esperando lá no destino. Com ele os policiais encontraram R$ 17.645,00 em espécie, além de 52 unidades de droga barbitúrico, sendo 42 comprimidos de nobésio forte e 10 comprimidos de digram tadalafilo 20mg.

A cocaína foi pesada e totalizou aproximadamente 300 quilos e, segundo a PRF, essa é a maior apreensão de drogas já realizada na região do Vale do Jamari. Após os procedimentos burocráticos o condutor recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas interestadual e foi apresentado às autoridades que irão dar prosseguimento nas investigações. Pelo peso a polícia acredita que os criminosos conseguiriam faturar cerca de R$ 2 milhões.

Caminhoneiro é preso com mais de 300 quilos de cocaína em Ariquemes
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News