Rondoniagora.com

Rondônia, 02 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Com 38 casos suspeitos de H1N1, pelo menos nove municípios já anteciparam vacinação

Sexta-feira, 15 Abril de 2016 - 14:25 | Da Redacao


Pelo menos nove cidades de Rondônia já anteciparam a campanha de vacinação contra a gripe H1N1. No entanto, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) acredita que mais municípios já iniciaram a imunização, uma vez que todos receberam as doses da vacina. Segundo o órgão, são 38 casos da doença em investigação no estado, sendo seis mortes. Em Porto Velho, há lista de espera na rede particular de saúde para conseguir a dose da vacina, que sai por cerca de R$ 220.

Vilhena foi um dos primeiros municípios a iniciar a vacinação devido a pelo menos três mortes suspeitas no município e ainda a internação de outras pessoas com a possibilidade de ter contraído a doença. Além de Vilhena, Porto Velho, Jaru, Ji-Paraná, Ouro Preto, Cacoal, Ministro Andreazza, Ariquemes e Guajará-Mirim já iniciaram a imunização.

Em Porto Velho os postos de saúde ficaram lotados, com muitas mães levando os filhos para serem imunizados. A campanha começou com crianças de seis meses a menores de cinco anos e ainda os profissionais da saúde. Além destes, também recebem a dose da vacina, puérperas (mulheres deram à luz a menos de 45 dias), idosos, portadores de doenças crônicas, presidiários e indígenas. No dia 30 de abril, a campanha atinge todos os grupos.

Rede particular

Em Porto Velho, o Rondoniagora confirmar a venda da vacina contra a gripe H1N1 apenas na clínica do dr. Silas Rosa. Segundo a unidade de saúde, há uma lista de espera, e a dose é comercializada por R$ 220. Já em Ji-Paraná, não há informações de clínicas, hospitais ou laboratórios que estejam comercializando a vacina.

Ainda segundo a Agevisa, alguns casos de morte suspeita de H1N1 já foram descartados porque os pacientes tinham históricos de outras doenças, como pneumonia.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News