Rondoniagora.com

Rondônia, 06 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Consórcio entrega mais 37 ônibus

Terça-feira, 19 Abril de 2016 - 22:17 | Da Redacao


O Consórcio do Sistema Integrado Municipal de Transporte de Passageiros (SIM) recebe, nesta semana, mais 37 ônibus zero quilômetro para apresentar à prefeitura e à população de Porto Velho. Com a chegada dos veículos, a empresa conclui o projeto do contrato emergencial fechado com o Executivo municipal de 43 zero km em sua frota.

Tendo em vista o tempo de uso máximo exigido no contrato e os anos de fabricação da frota, inclusive os zero km, o SIM garantirá ao município de Porto Velho a melhor idade média da frota de transporte coletivo entre todas as capitais do Brasil.

Além de cumprir todas as condições do contrato, o Consórcio supera diversas outras como a revitalização de algumas placas de paradas; criação de postos de atendimento prioritários e com condições de conforto e bom atendimento aos passageiros; atendimento às empresas sem necessidades de filas ou deslocamento a um posto de atendimento; pagamentos de salários e benefícios em dia a todos os colaboradores. A empresa oferece ainda comunicação aberta com a sociedade e total transparência e busca constante de melhorias.

A diretora-executiva do SIM, Elizabete Barufaldi, reforçou ao secretário municipal de Transportes e Trânsito, Carlos Guttemberg, a importância de garantir a sustentabilidade dessa qualidade de sistema e, para isso, há necessidade do alinhamento da tarifa do transporte coletivo urbano da capital.

Elizabete ressalta que Porto Velho tem a menor tarifa de ônibus entre as capitais do Brasil e que há quatro anos não tem reajuste. Em amplo estudo apresentado à Semtran, o Consórcio demonstrou ao secretário Guttemberg a necessidade de alinhar uma tarifa ideal para a sustentabilidade das boas condições tanto para o atendimento aos passageiros quanto para os trabalhadores do transporte. Segundo a diretora executiva do SIM, a empresa não poderá dar continuidade às melhorias, sem o reajuste necessário

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News