Rondônia, sexta-feira, 22 de março de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Terça, 23 de Dezembro de 2008 - 09h08

GIC PRENDE MAIS UM SUSPEITO DE MATAR EMPRESÁRIA EM CACOAL

RONDONIAGORA.COM


Acusado de matar a empresária Ildamara Lourenço, 35 anos, em Cacoal, o desempregado Adriano de Lima Xavier, 24, conhecido como “Adriano Bebezão” foi preso nesta segunda-feira em Porto Velho. O suspeito estaria escondido na casa da irmã dele, Rosineide Lima Xavier, 28, à Rua Constelação, 2985, bairro São Francisco, zona Leste. No local também foram presos Marcos França dos Santos, 29 e Ana Paula de Souza Santos, 28. Uma arma de fogo, bijouterias suspeitas de serem roubadas, cocaína e maconha teriam sido encontrados na casa.

Conforme integrantes do Grupo de Investigações e Capturas (GIC), a ação policial que resultou na prisão dos suspeitos ocorreu por volta das 20h20min. “Bebezão” estava deitado em uma rede e, ao perceber a chegada dos policiais, tentou escalar o muro para fugir, mas não conseguiu. Ele portava um revólver 38 com sete munições intactas e confessou que a arma teria sido utilizada para matar a empresária. Várias bijouterias roubadas da loja da vítima também teriam sido apreendidas em poder do acusado, além de certa quantidade de maconha e cocaína “oxidada”.

Os acusados foram apresentados na Delegacia Central para o registro da ocorrência nº 9430/2008 e lavratura do auto de prisão em flagrante. “Adriano Bebezão”, por sua vez, será recambiado para o município de Cacoal. Ele estava com prisão preventiva decretada pela justiça.

Latrocínio

De acordo com a polícia, Ildamara foi assassinada no último dia sete de dezembro, durante um suposto assalto à loja dela, a Capri Bijouterias. Entretanto, conforme as investigações, o crime teria sido encomendado pelo ex-marido da empresária, Valdemir Garcia, que é vereador em Ariquemes.

Cerca de nove dias após o assassinato de Ildamara, a polícia prendeu Gisleu Luis Kchen, 24 anos; Valdir Santos de Jesus, 26 e Marcos Roberto Pereira, 31, o “Marcão”, este último seria assessor do vereador Valdemir Garcia, o único que continua foragido.

Durante interrogatório, “Marcão” confessou que o crime teria sido praticado a mando do vereador Valdemir Garcia, mas que a intenção era apenas dar um susto na vítima, para que ela voltasse a morar com o ex-marido em Ariquemes. Pelo “serviço”, os autores receberiam a importância de R$ 5 mil.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/gic-prende-mais-um-suspeito-de-matar-empresaria-em-cacoal)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions