Rondoniagora.com

Rondônia, 02 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Inconformados, professores da capital decidem manter mobilização

Quarta-feira, 30 Março de 2016 - 21:05 | Da Redacao


Os profissionais da rede municipal de educação de Porto Velho se concentraram nesta quarta-feira (30) na sede do sindicato da categoria, o Sintero, em ato de protesto contra proposta oferecida pela prefeitura no valor de R$ 40 ou a incorporação da gratificação concedida no ano passado de R$ 80. A categoria se diz inconformada com a falta de valorização e organizou uma carreata pela cidade, saindo da região central, passando pelas zonas Leste, Sul e encerrando na Câmara Municipal de Vereadores, onde tentam apoio do legislativo.

João Duarte, membro do Conselho Fiscal do Sintero, alega que o estudo apresentado pela administração municipal não pode servir de base. “Quando eu não quero apresentar uma proposta coerente, eu apresento uma estudo. Foi uma proposta ridícula. Se eles reduzem os cargos comissionados, teria como nos oferecer uma proposta melhor”, avalia Duarte.

A categoria reivindica reposição de perdas salariais de 25%, e garante que a incorporação da gratificação no valor de R$ 80 já estava prevista no acordo feito ano passado, por não ter havido reajuste nos salários. “Nós somos a maior classe de servidores do município e temos os menores salários. Estamos pedindo 25% mas estamos dispostos a negociar, mas negociar de forma decente”, afirma.

A greve foi deflagrada no dia 18 de março, logo após os três dias de paralisação nacional da categoria. Segundo o Sintero, cerca de 80% dos profissionais aderiram ao movimento e em algumas escolas as aulas foram interrompidas 100%. Não há previsão para o retorno das atividades.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News