Rondônia, segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Sexta, 18 de Abril de 2008 - 09h47

JOVEM É EXECUTADO A TIROS NA ZONA SUL DE PORTO VELHO

RONDONIAGORA.COM


O jovem de nome Júnior Herrera Ribeira, 19 anos, foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira, na região Sul de Porto Velho. Arlenisio Bispo Ferreira, 38 anos, o “Pato”, teria sido reconhecido por uma testemunha ocular como autor do crime e foi preso em flagrante. Pouco tempo depois, o vendedor Fernando Torres Oliveira, 19, se apresentou espontaneamente na Delegacia Central, acompanhado de um advogado, inocentou “Pato” e confessou a autoria do homicídio.A testemunha narra que a irmã, o marido e ela conversavam com Herrera, por volta das 19h45min, na Rua Magno Arsolino, bairro Cidade do Lobo, quando “Pato” passou a pé, olhou para a vítima e seguiu adiante. Minutos depois, o suspeito teria retornado de bicicleta e pronunciado a seguinte frase: “Te falei que até as pedras se encontram”. Em seguida sacou da arma e efetuou vários disparos.

Depois de alvejar a vítima, “Pato” teria jogado um beijo para a testemunha, dado um sorriso “irônico” e saído em fuga. Na ocasião, estaria trajando um short verde com listras brancas nas laterais.

Quando foi localizado pela polícia, o suspeito já havia tomado banho e trocado de roupa, mesmo assim foi reconhecido pela testemunha na Delegacia de Crimes Contra a Vida (Homicídios), conforme relata a ocorrência nº 3076/2008 registrada na Central de Polícia.

Outra versão

Pouco tempo depois, quando a ocorrência do homicídio já havia sido registrada e Arlenisio Bispo Ferreira, 38 anos, o “Pato” se encontrava na carceragem da Delegacia Central, Fernando Torres Oliveira se apresentou acompanhado de um advogado e confessou ser a pessoa que teria efetuado os disparos contra Júnior Herrera Ribeira.

Além de confessar o crime, Oliveira também apresentou ao delegado plantonista um revólver calibre 32, arma esta que teria utilizado para consumar o ato.

Motivo

A versão apresentada por Oliveira é de que havia uma rixa antiga entre a vítima e ele, inclusive com ameaças de morte por parte do rapaz assassinado. “Desde que eu era pequeno ele me batia e tomava meu boné. Quando saiu da cadeia, há pouco tempo, passou a me ameaçar de morte. Ontem ele veio ao meu encontro mais uma vez. Pensando que estivesse armado, resolvi atirar primeiro”, declarou à reportagem.

Oliveira ainda informou que resolveu se apresentar porque não quer ver um inocente pagando pelo que não fez. “Eu cometi o crime, tenho testemunhas”, disse na presença da mulher, que também o acompanhou até a Delegacia Central.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions